União Européia impede entrada de brasileiros

Seguindo o exemplo dos Estados Unidos, a União Européia proibirá temporariamente a entrada do Brasil em suas fronteiras até que a epidemia de Covid 19 do país melhore. Após uma reunião da Comissão Européia, o bloco proibirá a entrada de pessoas de países onde a pandemia está fora de controle. Como o Covid-19 rapidamente tornará o Brasil o país mais afetado do mundo, certamente estará no topo da lista.

A Comissão Europeia inclui os 27 membros da UE, bem como a Noruega, Islândia, Suíça e Liechtenstein – outros membros da zona Schengen. A Comissão recomendou que os estados suspendessem os controles nas fronteiras internas até 15 de junho e mantenha restrições temporárias sobre viagens não essenciais até 30 de junho de 2020 e adotou uma abordagem para aumentar gradualmente as restrições a partir de então.

A UE decidirá permitir ou bloquear visitantes de países, dependendo do número de novas infecções, se a curva está subindo ou descendo, e das políticas do governo para combater a doença. Com 806.000 casos (o segundo mais alto do mundo) e 41.058 mortes (o terceiro mais alto do mundo), o Brasil se tornou um exemplo internacional de má gestão de uma pandemia.

Apoie este relatório →Apoie este relatório →

União Européia impede entrada de brasileirosUnião Européia impede entrada de brasileiros