Um milhão de passageiros retornam ao transporte público em São Paulo

São Paulo, a cidade mais rica e populosa do Brasil, começou a trabalhar novamente nesta semana, após mais de dois meses em quarentena. Na quinta-feira, mais de 3 milhões de pessoas foram registradas no sistema de transporte público da cidade, em comparação com a média pré-pandêmica de 10 milhões de passageiros por dia. No entanto, esse é um aumento de 50% em comparação ao início da semana, quando “apenas” 2 milhões de pessoas usavam transporte público.

A maioria dos 3 milhões de passageiros utilizou o serviço na hora do rush, o que representa um desafio para as autoridades que tentam não gerar multidões. As medidas de higiene estão sendo intensificadas para impedir que o vírus corona se espalhe mais: os trens são limpos em cada terminal no final de cada ciclo.

O número de trens também foi reduzido, dependendo do tempo e da demanda. À medida que o número de casos e o número de mortes continuam aumentando em São Paulo, o estado mais afetado do Brasil, com 129.000 casos e 8.560 mortes, O relatório brasileiro mostrou como os consumidores ainda tomam cuidado ao prejudicar sua saúde quando as lojas reabrem.

Apoie este relatório →Apoie este relatório →

Um milhão de passageiros retornam ao transporte público em São PauloUm milhão de passageiros retornam ao transporte público em São Paulo