Tiroteios mortais na região metropolitana do Rio caem 20% em maio

Segundo o monitor de violência urbana Fogo Cruzado, houve pelo menos 505 tiroteios na área do Rio de Janeiro em maio. Embora seja um número surpreendente, isso significa uma queda de 27% em relação a maio de 2019. O número de vítimas deste tiroteio caiu de 137 mortes e 136 feridos no ano passado para 92 mortes e 76 lesões no mês passado.

O Fogo Cruzado foi lançado pela Anistia Internacional em 2016 e consiste em um aplicativo móvel que analisa relatos de violência urbana e tiroteios de várias fontes – incluindo jornalistas, policiais e residentes locais – na área do Rio de Janeiro. Polícia oficial e registros de imprensa também são revistados.

Como mostrado por O relatório brasileiroNegros e multirraciais são desproporcionalmente mortos pela polícia no Brasil – com a morte de João Pedro Mattos, um estudante de 14 anos que foi baleado pela polícia do Rio quando brincava com seu primo.

Grupos sociais fizeram um protesto contra a questão da vida negra fora do Palácio Guanabara, sede oficial do governo do Estado do Rio de Janeiro, no domingo. As autoridades policiais enfrentaram os manifestantes com gás lacrimogêneo e policiamento pesado. Um manifestante foi preso. Canais de TV mostraram imagens do homem em questão, desarmado e mantido à mão armada por um policial com uma espingarda de assalto. A polícia disse que investigaria essa “violação de protocolo”.

Tiroteios mortais na região metropolitana do Rio caem 20% em maioTiroteios mortais na região metropolitana do Rio caem 20% em maio
Apoie este relatório →Apoie este relatório →