Supremo Tribunal Federal recebe novo presidente

Nesta semana, estamos discutindo uma mudança importante no Supremo Tribunal Federal. Marcas mais valiosas do Brasil. E as perspectivas para a reeleição de Jair Bolsonaro.

Uma grande mudança no Supremo Tribunal Federal

Na quinta-feira, Supremo Tribunal Federal terá novo presidente

Luiz Fux, que assumirá a gestão do ministro Dias Toffoli. A correspondente de Brasília, Débora Álvares, afirma que o ministro Fux politizará menos a posição do que seu antecessor, que tentou servir de amortecedor entre o governo federal e o Congresso.

Como funciona. No Brasil, ao contrário dos Estados Unidos, o cargo de Chefe de Justiça é rotativo. O presidente do tribunal cumpre um mandato de dois anos e renuncia. Ele será substituído pelo Juiz Associado, que atuou na maior parte do tempo no tribunal sem atuar como Chefe de Justiça.

Por que isso importa. O Chefe de Justiça tem poderes para definir a agenda e decidir se deve ou não levar casos com implicações políticas significativas aos tribunais. A corte entrou em confronto com o presidente Jair Bolsonaro várias vezes nos últimos meses.

Quem é Luiz Fux? Como o primeiro juiz judeu na história do Supremo Tribunal Federal, ele foi nomeado pela ex-presidente Dilma Rousseff e empossado em março de 2011 após um mandato como procurador e uma década antes do Supremo Tribunal Federal (segunda maior autoridade judicial do Brasil). . Apesar de sua reputação de “bom interlocutor político”, como o descrevem as fontes, o ministro Fux não seguirá seu antecessor quando ele se inclinar para tentar estabelecer um bom relacionamento com o volátil presidente do Brasil.

  • “Sob o Sr. Fux, a Suprema Corte deveria ter uma relação estritamente formal com o executivo”, disse um colega juiz O relatório brasileiro.
  • O ministro Fux é um dos principais defensores da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal e só deve trazer casos relacionados à investigação anticorrupção “quando o clima for favorável”, disseram fontes Débora Álvares. Em uma conversa de texto vazada revelada pelo The Intercept, os investigadores da lavagem de carros afirmaram que “nós confiamos em Fux”.

Controvérsia. O juiz Fux é um juiz discreto e, ao contrário de alguns de seus colegas, não usa seus votos em processos para marcar pontos contra outros juízes. Ainda assim, há alguma controvérsia em seu currículo. Nenhum era maior do que um relatório de 2012 afirmando que ele Funcionários do governo indicados ele recompensaria uma nomeação para a Suprema Corte com julgamentos a favor da administração.

  • O governo do Partido Trabalhista enfrentava o que foi então o maior julgamento da história política brasileira – quando 40 políticos e banqueiros foram julgados por dirigir um sistema eleitoral no Congresso conhecido como “Escândalo do Mensalão”. No entanto, muitas das vozes de Fux eram contra as pessoas que ele supostamente prometeu proteger.

Herança. O ministro Dias Toffoli está encerrando seu mandato de dois anos como presidente com um legado que até seus colegas classificam como “extremamente negativo”. Um deles disse à correspondente em Brasília, Débora Álvares, que havia “colocado o Supremo Tribunal Federal em uma posição inaceitável de subserviência” – mesmo chamando o golpe militar de 1964 de um “movimento” apenas para evitar que se enrugasse a administração fortemente pró-ditatorial.

  • Talvez seu momento mais profundo tenha ocorrido em 7 de maio de 2020, quando o presidente marchou do Palácio Presidencial ao edifício do Supremo Tribunal, ladeado pelo Ministro da Economia Paulo Guedes e diversos empresários. O grupo pediu ao tribunal que revogasse uma decisão anterior que colocava as medidas de isolamento social sob a jurisdição do Estado. Na época, os governadores estavam tentando impor quarentenas enquanto era o Sr. Bolsonaro Incentive as pessoas a fazerem seus negócios normalmente.
  • Embora os juízes geralmente acreditem que o presidente colocou o presidente do tribunal em uma posição terrível, dois deles disseram O relatório brasileiro O Sr. Toffoli “falhou em afirmar a autoridade do tribunal” ao dar as boas-vindas ao grupo e dar-lhes voz. O juiz Fux não deve apaziguar o governo diante de uma situação semelhante.

Investigação de notícias falsas. De uma perspectiva mais ampla, a parte mais controversa do legado de Toffoli pode ser uma Sondar para investigar a produção e disseminação de informações falsas online para fins políticos. Muitos dizem que o Supremo Tribunal está extrapolando seus limites para atuar como juiz, jurado e executor – o tribunal abriu a investigação e agora está conduzindo a investigação e é responsável por proferir as sentenças.

  • Quando a investigação foi lançada em março de 2019, muitos esquerdistas e direitistas consideraram isso um movimento saído diretamente do manual ditatorial. Mas quando os investigadores começaram a se concentrar nos partidários pró-Bolsonaro, a indignação dentro da esquerda diminuiu.

Marcas mais valiosas do Brasil

A Kantar e o grupo de comunicação WPP apresentaram seu último ranking da Brandz Brasil entre as 25 empresas mais valiosas do país. Apesar da crise do coronavírus, essas grandes empresas brasileiras juntas registraram um aumento de 4% no valor da marca.

Maior crescimento. Cerveja e bancos continuam a dominar o ranking, mas o setor de varejo também registrou aumentos significativos no valor da marca em 72 por cento em comparação com o ano anterior. A revista Luiza ficou em 4º lugar (só a empresa aumentou o valor de sua marca em 124%). As redes de supermercados Pão de Açúcar, Extra e Assaí também registraram crescimento de três dígitos no período coberto pelo relatório: 187, 219 e 192%, respectivamente.

Principais conclusões. “As marcas que anteriormente investiram na melhoria da experiência digital do cliente tiveram um desempenho melhor”, disse Silvia Quintanilha, vice-presidente da Kantar.


Mercados

Os investidores estão atentos ao setor de celulose brasileiro. Com o banco estadual BNDES, que quer vender sua participação na gigante do setor Suzano, a fabricante de embalagens Irani se tornou a nova beleza da bola. A corretora XP Investimentos dá à Irani recomendação de compra com preço-alvo de R $ 8,50. Segundo o analista Yuri Pereira, a empresa tem um bom compromisso com a indústria de alimentos, que ainda cresce durante a pandemia, e espera um aumento na demanda por embalagens.

Natália Scalzaretto


A pandemia não afeta o elenco eleitoral de Bolsonaro

Uma pesquisa recente do renomado pesquisador Ibope mostra que 33% dos brasileiros culpam o presidente Jair Bolsonaro pela crise do coronavírus no Brasil. O país tem o terceiro maior número de infecções (4,1 milhões) e o segundo maior número de mortes (127.000). No entanto, uma pesquisa recente da Ideia Big Data continua a sugerir que sim Bolsonaro venceria a reeleição contra qualquer outro candidato, incluindo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que quase saiu como candidato à presidência, e ele próprio ”a serviço do país”Em um discurso proferido na noite passada, apesar de ser inelegível para o cargo por causa de sua condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Um elemento de dados explica o porquê: 65% dos eleitores acreditam que o presidente é responsável pelo salário de emergência do coronavírus, que evitou que dezenas de milhões caíssem abaixo da linha da pobreza e até mesmo reduziu as taxas de pobreza extrema no Brasil.

É muito cedo para prever a corrida de 2022, mas os dados mostram a importância da política de transferência de dinheiro no Brasil. Especialmente em um momento como esta crise sem precedentes.


olhando para frente

  • Restauração. Duas datas vão ajudar a avaliar o desempenho da economia brasileira Queda do PIB no segundo trimestre de 2020 em 9,7%. A taxa oficial de inflação de agosto será publicada na quinta-feira – e os analistas esperam um IPCA de 0,35%. No entanto, um aumento nos preços dos alimentos pode complicar as coisas. Ainda na quinta-feira teremos dados de vendas no varejo de julho que podem afetar as cotações das gigantes da indústria brasileira (Revista Luiza, Via Varejo, B2W).
  • Telecomunicações. Assembleia geral vai votar hoje a proposta de mudança da Oi Telecom plano de reestruturação supervisionado pelo tribunal. A proposta inclui a venda de redes de celular, torres, data centers e parte da rede de fibra óptica da empresa para levantar R $ 22 bilhões para quitar e aplicar dívidas. Embora os grandes detentores de títulos sejam a favor dessa medida, os principais credores da Oi – os principais bancos do Brasil – estão tentando bloqueá-la.
  • Justiça. Os legisladores vão pedir ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que reabra os trabalhos de uma comissão especial para analisar a proposta de emenda constitucional e examinar a possibilidade de os réus irem para a cadeia após um único recurso malsucedido. O congresso começou discutir isso no ano passadoPouco depois, uma maioria na Suprema Corte de 6 a 5 decidiu que os réus não podem ser presos até que todos os recursos tenham sido esgotados. Um dos resultados da decisão do Supremo Tribunal Federal foi a libertação do ex-presidente Lula da Silva.
  • Educação. A partir de hoje, escolas do estado de São Paulo poderão oferecer aulas de reforço e atividades esportivas aos alunos. A licença é para cidades em estado de reabertura avançada com curvas de achatamento ou de infecção de progênie. Uma pesquisa recente mostra que 72 por cento dos brasileiros acreditam que as aulas não devem retomar antes de um Vacinação contra coronavírus está disponível.

Caso você tenha perdido

  • Orçamento 2021. Na semana passada, o governo federal obteve o deles Proposta de orçamento para 2021. Os destaques incluem cortes do Ministério da Saúde para R $ 136,7 bilhões (US $ 24,9 bilhões) – ainda menos do que os R $ 138,9 bilhões esperados antes da chegada da Covid-19 ao Brasil. O orçamento para investimentos em 2021 está previsto em R $ 28,6 bilhões – 56% a mais do que o previsto para 2020.
  • Otimismo 1. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 37 por cento das mais de 3 milhões de empresas brasileiras ainda concordaram efeitos negativos da pandemia até o final de julho. No entanto, houve uma melhora significativa desde junho, quando 62% das empresas disseram estar sentindo os efeitos negativos da crise.
  • Otimismo 2. UMA pesquisa De acordo com o PoderData entrevistado, 45% dos brasileiros esperam que as perspectivas gerais do país melhorem nos próximos seis meses. Apenas 20% dizem que a situação vai piorar. O nível de confiança parece estar ligado ao apoio do presidente Jair Bolsonaro, já que a composição demográfica de sua base (homens, idosos, pessoas do sul do Brasil) apresenta os maiores índices de otimismo.
  • Protestos de janela. Protestos barulhentos – que acontecem todas as noites durante o Início da pandemia, mas depois desapareceram – foram ouvidos novamente em pelo menos seis capitais quando o presidente Jair Bolsonaro se dirigiu à nação em um discurso pela televisão. Ele falou sobre trabalhar pela democracia e elogiou o golpe de 1964 que inaugurou uma ditadura militar de 21 anos no Brasil. Bastante previsível, o presidente nunca mencionou Covid-19.
  • Coronavírus. Um estudo pioneiro da Universidade Federal do Rio de Janeiro documentou o caso de uma mulher que ficou infectada com o vírus por 152 dias – o período de infecção mais longo do mundo. Identificada como “Paciente 3”, ela só apresentou sintomas leves por três semanas, mas o vírus permaneceu em seu corpo por cinco meses e foi capaz de se multiplicar e contaminar outras pessoas. O estudo pode ajudar os pesquisadores a entender como os pacientes assintomáticos da Covid-19 se espalham.
  • Vacinação. Pela primeira vez em 20 anos, o Brasil não atingiu as metas de vacinação para nenhuma das vacinas recomendadas para lactentes de até um ano de idade. As taxas de vacinação caíram nos últimos anos, mas a pandemia piorou a tendência. Especialistas alertam para o risco de surtos de doenças que se acredita terem sido erradicadas – como a poliomielite ou o sarampo.

Leia a história completa AGORA!

Comece seu teste de 7 dias

cadastro

Inscrever-se para

O pós-Supremo Tribunal Federal para obter um novo presidente do Tribunal de Justiça apareceu pela primeira vez no relatório brasileiro.