Segundo a pesquisa, o Covid-19 aumenta o interesse dos brasileiros pela ciência

Uma nova pesquisa da pesquisadora Ideia Big Data, obtida da revista Piauí, mostra que cerca de três em cada quatro brasileiros estão mais interessados ​​em ouvir as opiniões e diretrizes de especialistas qualificados hoje do que antes da pandemia. Os dados mostram um forte contraste entre os interesses da população e as medidas tomadas pelo governo brasileiro, que ignoram consistentemente as recomendações da Organização Mundial da Saúde.

Ao mesmo tempo, o nível de conhecimento sobre o Covid-19 aumentou 82% entre os que têm uma avaliação negativa do governo Jair Bolsonaro. A cota entre seus seguidores é de 68%.

Além disso, 34% dos entrevistados acreditam que os profissionais de saúde devem direcionar a resposta à pandemia, enquanto apenas 6% acreditam que um oficial militar é o mais adequado para o trabalho. Desde a renúncia do oncologista Nelson Teich, em 15 de maio, o Ministério da Saúde do Brasil está vazio, ocupado temporariamente pelo general Eduardo Pazuello, que não tem formação em saúde ou medicina. Até o momento, não há notícias sobre uma substituição final.

Apoie este relatório →Apoie este relatório →

Segundo a pesquisa, o Covid-19 aumenta o interesse dos brasileiros pela ciênciaSegundo a pesquisa, o Covid-19 aumenta o interesse dos brasileiros pela ciência