Ruas movimentadas marcam a reabertura de lojas em São Paulo

A reabertura de lojas em São Paulo começou hoje como parte do processo estadual de trazer a economia de volta ao normal. As ruas do popular bairro comercial Brás, no centro da cidade de São Paulo, estavam lotadas e muitas pessoas aparentemente não observavam nenhum distanciamento social. A região estava tão cheia como nas semanas anteriores ao Natal – apenas a adição de máscaras protetoras nos lembraria que ainda estamos vivendo a pior pandemia de um século.

Agora, os shopping centers podem operar legalmente entre as 6h e as 10h ou entre as 16h e as 20h com 20% de sua capacidade total. Cinemas, salões de beleza e academias de ginástica, bem como praças de alimentação permanecem fechados.

Embora a cidade de São Paulo tenha visto uma diminuição gradual no número de mortes diárias e casos de novos vírus corona, os 38 municípios da região da grande São Paulo ainda estão vendo um número crescente de casos e mortes. No entanto, o governador João Doria permitiu que prefeitos de toda a região aprovassem a reabertura de concessionárias de carros, empresas imobiliárias, vendedores ambulantes, escritórios e shopping centers.

Apoie este relatório →Apoie este relatório →

Ruas movimentadas marcam a reabertura de lojas em São PauloRuas movimentadas marcam a reabertura de lojas em São Paulo