Resumo técnico, maio. 22 A história do lendário hacker brasileiro VandaTheGod

Você lê O relatório brasileiro resumo semanal de tecnologia, uma recapitulação das notícias mais importantes sobre tecnologia e inovação no Brasil. Os tópicos desta semana: o movimento antifalsificação, o crescimento da banda larga no Brasil e a história do hacker brasileiro que ficou conhecido nas mídias sociais depois de invadir quase 5.000 sites em todo o mundo.

Da salvação da Amazônia à extinção: a história do hacker brasileiro “VandaTheGod”

A empresa de cibersegurança Check Point expôs a identidade do hacker brasileiro VandaTheGod, que invadiu 4.820 sites em mais de 40 países, incluindo páginas de pelo menos sete governos nacionais. O hacker roubou dados desde 2013.

Fogueira das vaidades. O VandaTheGod era conhecido por se gabar de suas habilidades de hackers nas mídias sociais, mas não era bom em encobrir seus rastros. A presença de longo prazo nas mídias sociais e nos fóruns permitiu que os pesquisadores da Check Point rastreassem o hacker encontrando os registros de uma conta de e-mail postada em um fórum.

  • Ao analisar as capturas de tela que ele postou em várias contas de mídia social, os pesquisadores encontraram um perfil do Facebook na região de Uberlândia, em Minas Gerais, que continha as mesmas imagens das contas anônimas do VandaTheGod.
  • A Check Point alega ter enviado todas as evidências às autoridades. Atingido por O relatório brasileiroA empresa alega não fornecer mais detalhes, pois deve mantê-los em segredo por razões legais.
Hackers Vandathegod
VandaTheGod: Sete anos como ativista de hackers

Fundo. O VandaTheGod começou como um hacktivista e usou um método chamado desfiguramento para postar mensagens e imagens no site do brasileiro, entre outras coisas, para aumentar a conscientização sobre o desmatamento da Amazônia. “O hacker finalmente cruzou a linha entre hacktivismo e cibercrime roubando cartões bancários e perdendo informações pessoais, entre outras coisas”, disse Lotem Finkelstein, diretor de inteligência contra ameaças cibernéticas em Check Point, em comunicado.

  • Um dos ataques mais famosos de VandaTheGod ocorreu quando ele roubou informações pessoais de 1 milhão de pacientes nos centros médicos da Nova Zelândia que ele queria vender nas redes sociais por US $ 200.

Por que isso é importante? O Brasil é frequentemente chamado terras ameaçadas de invasãoSegundo a empresa de segurança cibernética, 85% dos brasileiros já experimentaram uma ameaça ou evento cibernético ou pessoas conhecidas Unisys. Detectar criminosos pode ser um passo para enfraquecer as cadeias do crime cibernético. O próprio VandaTheGod afirmou fazer parte de um grupo chamado “Exército Cibernético Brasileiro”.

  • O grupo de hackers se gabou de invadir sites do governo em suas contas do Facebook e Twitter e publicou várias mensagens políticas, como a chamada para derrubar o ex-presidente Michel Temer em 2017 ou o slogan da campanha de Bolsonaro em 2018: A bandeira nunca ficará vermelha. “

Os boicotes são a melhor cura para más notícias?

& # 8220; Uma semana. 300.100 seguidores. Algo acontece no Brasil [Sleeping Giants BR]vocês & # 8221; Este tweet foi lançado em 26 de maio pela Sleeping Giants, uma conta criada há quatro anos nos Estados Unidos por redatores de marketing que queriam avisar as empresas que publicavam anúncios no site da extrema-direita Breitbart (assim como em outros canais de desinformação).

  • O segundo elenco brasileiro deixou sua marca menos de duas semanas após a sua fundação.

Por que isso é importante? A maioria dos anúncios online é colocada através de sistemas automatizados como o Google AdSense. Eles são direcionados aos consumidores com base em quem eles são, do que gostam (ou não) e em quais sites visitam. Essas informações são obtidas por meio de “cookies”, que são sites com pequenos arquivos colocados no computador de um visitante e que permitem recuperar informações pessoais sobre esse usuário específico. No ano passado, o Google Ads foi o segundo formato de mídia mais alto comprado por agências de publicidade no Brasil, respondendo por 25% de todo o dinheiro publicitário no país.

  • No entanto, os anunciantes têm uma agência no processo. Eles podem impedir que determinados sites exibam seus anúncios, e o Sleeping Giants espera fazer exatamente isso – secando os ganhos com informações erradas ou canais extremistas. Funcionou nos EUA e também pode ser eficaz no Brasil.

Um acerto. A turbulência nas mídias sociais a seguir chamou a atenção de marcas como a empresa de tecnologia Dell e a fabricante de dispositivos Brastemp (de propriedade da Whirlpool Latin America), que até chamou “sociedade comunistaDepois de suspender os anúncios do Jornal da Cidade.

Dinheiro publico. Os esforços do Sleeping Giants BR se tornaram uma questão legal depois que o site avisou o banco estatal Banco do Brasil de publicidade no Jornal da Cidade, um canal de desinformação de extrema direita. O banco informou inicialmente ao público que suspenderia a publicidade no site, mas depois revogou a decisão, reivindicando a plataforma na qual eles já haviam usado sites veterinários. O Banco do Brasil acrescentou que as empresas de mídia não são discriminadas com base em seu conteúdo editorial.

  • No entanto, o Tribunal de Contas da União decidiu banir o banco de publicidade em sites não confiáveis, que também alegavam que o filho do presidente Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, e o porta-voz Fabio Wajngarten perturbavam indevidamente o departamento de comunicações do banco.

Onde dói. Segundo o Sleeping Giants BR, o movimento foi capaz de interromper uma fonte de renda anual de BRL 340.000 em canais de desinformação em menos de duas semanas, reunindo o apoio de mais de 150 empresas por sua causa. & nbsp;

Linha de fundo. As notícias falsas surgiram como uma grande ameaça para as democracias em todo o mundo. O Supremo Tribunal Federal tem um nesta semana Cirurgia mais à direita Blogueiros, influenciadores, empresários – e até membros do Congresso – que divulgam notícias falsas.


A banda larga está se expandindo no Brasil, mas ainda está longe do objetivo

Anatel, a autoridade brasileira de telecomunicações, liberado O número de conexões no Brasil no primeiro trimestre de 2020. A banda larga foi o único serviço que teve um bom desempenho e cresceu 3,7% ano a ano, para 33 milhões de contratos. Os contratos de linha fixa foram excedidos pela primeira vez. O desempenho foi inspirado por pequenos fornecedoresque aumentaram sua participação de mercado para quase um terço do mercado. Apesar do progresso, apenas 47,4% das famílias brasileiras têm serviços de banda larga fixa.

Planejando o futuro. Expandir a infraestrutura básica para Tecnologia 5GA Anatel atualizou seu plano estratégico 2015-2024 e estipulou que o acesso à banda larga (fixa ou móvel) deve aumentar dos atuais 75% para 91% dos lares brasileiros até o final de 2023. A Anatel também pretende que as operadoras de telecomunicações aumentem a cobertura de fibra de 4.012 cidades para 4.883 cidades. Além disso, a velocidade média na banda larga fixa deve aumentar de 45 Mbit / s para 150 Mbit / s.

Por que isso é importante? A tecnologia 5G é considerada a próxima fronteira da tecnologia e permite avanços como a indústria 4.0 ou direção autônoma. Embora seja vital para o crescimento do país nas próximas décadas, a infraestrutura o apoia foi um dos obstáculos A Anatel admitiu recentemente que as antenas de televisão por satélite podem interferir no alcance do sinal 5G.


Observe algo

  • Fintechs. O fintech a55 brasileiro, voltado para pequenas e médias empresas, recebeu US $ 5 milhões em uma nova rodada de doações liderada pelo Santander InnoVentures, um fundo de risco bancário espanhol de US $ 200 milhões. A rodada marca o segundo investimento de um milhão de dólares na empresa, que recebeu US $ 3 milhões em recursos de investidores locais e estrangeiros no ano passado. Relatórios Jornal Valor. O investimento também é a quarta operação da InnoVentures na América Latina.
  • Pix. Banco central do brasil informado até agora 109 instituições financeiras foram os primeiros a solicitar o novo sistema de pagamento instantâneo Pix, que permite que as transferências bancárias sejam concluídas em segundos com códigos QR, ponto a ponto e B2B. A lista inclui gigantes privados como o Bradesco Bank, caixa estadual e fintechs como Digio e Nubank. A data de inscrição expira em 1º de junho. As empresas executarão os testes até novembro de 2020, até que o sistema esteja disponível.
  • Whatsapp. O Supremo Tribunal Federal interrompeu o processo de decidir se os tribunais têm o direito de bloquear notícias no país depois que o juiz Alexandre de Moraes levou o caso a julgamento. O julgamento ocorre cinco anos depois que os juízes impediram o WhatsApp de trabalhar três vezes no Brasil para forçar a empresa a fornecer evidências de uma investigação em andamento. A juíza Rosa Weber, relatora do julgamento, votou contra os bloqueios e disse que a constituição garante a privacidade do correio em mídia física ou digital.
  • Batimentos cardíacos. Anvisa, Vigilância Sanitária no Brasil excluído Os aplicativos de monitoramento cardíaco do Apple Watch no Brasil, apesar de avisarem que não substituirão os exames médicos. O recurso estará disponível nos relatórios Apple Watch Series 4 e Series 5.
  • Enem. Para várias falhasO Departamento de Educação concluiu o processo de inscrição para o Enem, o vestibular da Universidade Nacional, nesta semana e recebeu 6,1 milhões de inscrições. Este ano, o exame causou polêmica quando os estudantes e as iniciativas educacionais pressionaram para adiá-los, dando-lhes mais tempo para se preparar e se adaptar aos cursos on-line, enquanto o Ministro da Educação Abraham Weintraub não considerou necessário. Após um relatório de Folha de S.PauloApenas 34% dos estudantes que se inscreveram para o teste em 2018 tinham acesso à Internet em casa, o que cria dificuldades adicionais para uma parte da população que tenta acompanhar seus estudos este ano.

Leia a história toda

Comece seu teste gratuito de 7 dias

cadastro

Inscrever-se para