Polêmico chanceler brasileiro enfrentará um golpe se Biden vencer

Hoje como um biden vitória nos Estados Unidos pode custar o emprego ao chanceler brasileiro. Planos para vacinar brasileiros contra Covid-19 em janeiro. E o que você precisa saber sobre as corridas no Brasil.

Vitória de Biden pode levar a uma reorganização ministerial no Brasil

A eleição presidencial dos EUA ocorrerá em 18 dias – mas mais de 15 milhões de americanos já votaram antes.

E as chances são de que o ex-vice-presidente Joe Biden removerá Donald Trump (no modelo FiveThirtyEight, Biden tem 87% de chance de vencer o colégio eleitoral). E embora uma vitória de Biden não deva mudar materialmente a natureza das relações Brasil-EUA, que nunca são muito quentes, nunca muito frias, ela pode levar a mudanças no gabinete de Jair Bolsonaro.

  • Segundo a correspondente de Brasília, Débora Álvares, os recém-conquistados aliados do presidente brasileiro – um grupo de partidos não ideológicos conhecidos como “Grandes Centros” – querem usar as eleições nos Estados Unidos como pretexto para matar o chanceler Ernesto Araújo, de quem eles estão supostamente estava ansioso por isso há algum tempo.
  • O Sr. Araújo é conhecido por seu visões anti-globalistas e sinofóbicas. Ele também escreveu uma vez que Donald Trump expressou a esperança de salvação do Ocidente contra “Capangas de Stalin, Mao ou Pol Pot. “Tornou-se um incômodo para o establishment político brasileiro, especialmente para aqueles que defendem os interesses da Agricultura – que vêem a China como deles melhor clientenão uma ameaça existencial.
  • Sua polêmica mais recente envolveu a gravação do Secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, em um Visita à fronteira venezuelana, poucas semanas antes das eleições nos Estados Unidos. O ministro das Relações Exteriores foi acusado de colocar em perigo relações futuras com uma potencial administração futura de Biden. & nbsp;

Bode expiatório. Diplomatas profissionais acusam Araújo Séculos minados de tradição diplomática em menos de dois anos. Mas, embora tenha se tornado um pára-raios de críticas, o ministro segue o tom do próprio presidente – que demonstrou incontáveis ​​bajulações a Donald Trump e hostilidade à China.

Por que isso importa. Ernesto Araújo é indiscutivelmente o membro do gabinete mais leal à família Bolsonaro – e que defende as posições do presidente sem desculpas.

  • Livrar-se do senhor Araújo seria mais um exemplo do senhor Bolsonaro rompendo com o bolonarismo de uma só vez Movimento em direção à moderação (pelo menos no tom) para garantir a estabilidade da administração. Esses são movimentos calculados por um presidente que provou ser muito mais inteligente do que confiava: enquanto permanece firmemente na ala direita, tentando ganhar uma posição entre partidários menos radicais, sabendo que ele é o melhor ( talvez a única opção continue a ser os eleitores radicais de extrema direita.

Você deve ouvir: Explique Brasil # 117: Biden ou Trump, o que mudará para o Brasil?


Governo anuncia calendário de vacinação da Covid-19 para janeiro

O Ministério da Saúde brasileiro apresentou seu programa nacional de vacinação 2021 na quinta-feira, que prevê a distribuição da vacina contra o coronavírus já em janeiro de 2021. Na primeira fase do plano, 15 milhões de doses serão disponibilizadas para serem utilizadas em 7% da população.

  • Enquanto quatro vacinas potenciais estão sendo testadas no Brasil, apenas uma – desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela empresa farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca – a adicionou ao calendário nacional de vacinação. O governo espera que os testes desta vacina sejam concluídos até novembro.
  • A decisão do ministério de não incluir a vacina potencial que a empresa chinesa Sinovac Biotech estava desenvolvendo em colaboração com o governo do estado de São Paulo foi intrigante. Um conselho de autoridades estaduais de saúde emitiu uma carta pedindo ao governo que reconsiderasse isso.

Por que isso importa. A ação do Ministério da Saúde reacende o temor de que o presidente Jair Bolsonaro transforme a vacina do coronavírus em uma nova guerra política – ele quer somar pontos contra João Doria, o governador de São Paulo, um de seus maiores rivais políticos.

Anti-Vaxxer? Pesquisas mostram que os brasileiros são ansioso por uma vacina – e muitos querem ser imunizados obrigatório. No entanto, Bolsonaro se inclinou na direção oposta e até fez alguns argumentos usados ​​por movimentos anti-Vaxxer, como as liberdades individuais. Em agosto, ele disse: “Ninguém pode forçar alguém a tomar uma vacina.”

  • Além disso, os especialistas temem que os partidários do presidente se tornem excessivamente céticos em relação ao que chamam de “vacina chinesa” e rejeitem a vacinação. Uma nova pesquisa de universidades brasileiras e canadenses mostra que apenas 54% dos apoiadores do governo querem tomar a vacina – contra 79% entre os críticos.

Instantâneo da eleição de 2020

As eleições locais no Brasil acontecerão em exatamente 30 dias. Aqui está o que você precisa saber:

  • Mostrar. Esta semana marcou o início de propaganda política na televisão e no rádio – que, com milhões de pessoas ainda em casa, voltou a ganhar importância em 2020. Os candidatos têm direito a tempo de antena gratuito, mas é compartilhado entre todos os partidos políticos na proporção do número de cadeiras que o partido detém em suas respectivas legislaturas estaduais.
  • São Paulo. O atual Bruno Covas, que lidera uma coalizão de seis partidos, monopoliza 40% do tempo de antena em São Paulo e trabalhou a seu favor. A última pesquisa revelou que ele está praticamente ligado ao favorito, o deputado Celso Russomano (22 e 25 por cento dos votos, respectivamente). Mais importante, Covas cortou suas taxas de rejeição em 8 pontos, para 23 por cento.
  • Esquerda desastre. O Partido Trabalhista venceu a disputa pela Prefeitura de São Paulo três vezes desde que o Brasil voltou à democracia – um feito nada pequeno, dada a postura mais conservadora da cidade. No entanto, a festa segue em declínio, iniciada em 2016. A candidata Jilmar Tatto, leal a Lula, é desconhecida da maioria dos eleitores e pesquisas com apenas 1%. Muitos do escalão do partido disseram que ele deveria sair e apoiar o candidato de esquerda Guilherme Boulos, que vem em terceiro com 10 por cento.
  • A xenofobia como plataforma. Dois candidatos a prefeito de Boa Vista, capital de Roraima, no norte do Brasil, são acusados ​​de incitação ao racismo. O promotor federal agiu depois que os candidatos fizeram da discriminação contra os migrantes venezuelanos a pedra angular de suas campanhas. O slogan foi usado: “Os venezuelanos não terão privilégios, “Enquanto as outras promessas”restringem o acesso dos venezuelanos à saúde e educação. “Roraima recebeu um influxo de migrantes venezuelanos nos últimos anos, fugindo do colapso socioeconômico completo de seu país.

O que mais você precisa saber hoje?

  • Gabinete. O ministro das Comunicações, Fábio Faria, testou positivo para Covid-19, mas apresentou apenas sintomas leves e continuará trabalhando remotamente. O Sr. Faria assumiu o cargo em junho após um Remodelação de gabinetee rapidamente se tornou um dos presidentes consultores mais influentesSocorro domar seu comportamento e abandonar os ataques em andamento ao Congresso e à Suprema Corte.
  • Ricochete. O governo do estado de São Paulo deve anunciar seu plano de estímulo hoje, que deve depender fortemente de privatizações – algo que o governador João Doria apoiou muito antes da pandemia. Outro pilar do plano será um Pacote de poupança Aprovado pelo parlamento estadual, que restringe incentivos fiscais e cria um programa de demissões voluntárias para remover 5.000 funcionários públicos.
  • Top 5 em todo o mundo. Após a confirmação de mais de 15.000 novas infecções por coronavírus e 350 mortes, a Argentina se tornou o país com o quinto maior número de casos no mundo, enquanto o número de mortes é o décimo segundo maior. Argentina era um dos primeiros países latino-americanos a responder à pandemia de coronavírusO governo bloqueou o país até 20 de março – antes mesmo de países europeus como a Alemanha. No entanto, a enorme desigualdade e a proliferação de trabalhadores informais impossibilitaram a aplicação total de medidas restritivas.
  • Portão traseiro. O senador Chico Rodrigues, que, segundo a Polícia Federal, escondia R $ 30 mil “entre as nádegas”, foi dispensado de suas funções de deputado chicote do governo. Além disso, a Suprema Corte ordenou sua suspensão de 90 dias do Senado, uma decisão que deve ser aprovado por seus colegas antes de ser aplicado. Mas Rodrigues parece seguro de impeachment, pelo menos por agora, já que o Comitê de Ética do Senado (do qual, ironicamente, o senador é membro) não está realizando reuniões presenciais.
  • Propagação. Apenas oito das 5.570 comunidades brasileiras não registraram um único caso Covid-19 – e nenhuma delas tem mais de 7.000 residentes. Até agora, o Brasil tem Registrado 5,17 milhões de infecções e 152.460 mortes. Pelo menos 93 casos potenciais de reinfecção estão sendo analisados ​​no país.

Leia a história completa AGORA!

Comece seu teste de 7 dias

Conecte-se

Inscrever-se para

O polêmico ministro das Relações Exteriores do Brasil após a vitória de Biden apareceu pela primeira vez no relatório brasileiro.