Pernambuco: Polícia Federal descobre programa de corrupção com ventiladores

Com o apoio do Ministério Público e do Departamento Federal de Contabilidade, a polícia federal descobriu um sistema para a compra de 500 fãs por uma empresa Shell no nordeste do estado de Pernambuco.

Segundo a polícia, empresas que devem ao governo mais de R $ 9 milhões (US $ 1,7 milhão) fundaram uma empresa de fachada para competir com a prefeitura de Recife por contratos de emergência – o que é proibido por lei. O valor total dos contratos excedeu R $ 11 milhões. Dos 500 ventiladores comprados, apenas 35 foram entregues – e 10 deles foram vendidos para outras cidades de Pernambuco por um preço muito alto.

Na segunda fase da operação, mandados de busca e apreensão foram realizados nesta manhã na cidade de Recife e em São Paulo.

Ontem, O relatório brasileiro Lucas Berti explicou como a pandemia do Covid 19 está provocando uma onda de corrupção na América Latina. Irregularidades foram relatadas em vários estados do Brasil, com as últimas ordens de busca e apreensão na terça-feira envolvendo o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e sua esposa.

Pernambuco: Polícia Federal descobre programa de corrupção com ventiladores
Pernambuco: Polícia Federal descobre programa de corrupção com ventiladores

No sul do estado de Santa Catarina, o ministro da Saúde local foi demitido depois que 200 ventiladores muito caros comprados por R $ 33 milhões nunca foram entregues, enquanto as irregularidades relacionadas à construção de hospitais de campo foram descobertas na capital Brasília.

Apoie este relatório →Apoie este relatório →