O Supremo Tribunal Federal interrompe as operações policiais nas Favelas do Rio durante a pandemia

O juiz da Suprema Corte, Edson Fachin, proibiu todas as operações policiais nas favelas do Rio de Janeiro até o final da pandemia de Covid 19. O objetivo não é colocar em risco os serviços de saúde e a vida dos brasileiros de baixa renda.

Em sua decisão, o juiz Fachin se referiu ao assassinato de adolescentes Joao Pedro, que foi morto a tiros pela polícia em maio. “Nada justifica atirar em um garoto de 14 anos mais de 70 vezes”.

Já em março O relatório brasileiroA Brazil Weekly explicou os efeitos da disseminação do novo coronavírus nas favelas do país. No início de maio, a doença, que chegou ao país por brasileiros de classe alta, já havia afetado desproporcionalmente muitos não-brancos com baixa renda – muitos deles moradores de favelas.

A decisão da Suprema Corte permite operações apenas em casos “absolutamente excepcionais”.

O Supremo Tribunal Federal interrompe as operações policiais nas Favelas do Rio durante a pandemia
O Supremo Tribunal Federal interrompe as operações policiais nas Favelas do Rio durante a pandemia
Apoie este relatório →Apoie este relatório →