O Senado propõe adiar as eleições locais em um mês

O Senado está analisando uma emenda constitucional para adiar as eleições locais de 2020 – que estavam programadas para ocorrer em outubro – diante da pandemia de Covid 19. A proposta recomenda adiar o primeiro e o segundo turno das eleições locais para 15 e 29 de novembro, respectivamente.

Cidades com casos e mortes cada vez maiores poderiam ser expandidas, pois as eleições poderiam ser adiadas para 27 de dezembro. Isso pode ser particularmente benéfico para cidades rurais, onde a taxa de novos casos acelerou recentemente, à medida que o coronavírus continua a se mover para o interior.

O Supremo Tribunal Eleitoral havia originalmente proposto adiar as eleições para dezembro, mas alguns membros do Senado temiam que, se a situação piorasse novamente, dezembro não ofereceria muita margem de manobra. A proposta exigirá uma maioria absoluta de 60% na Câmara dos Deputados e no Senado. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, alguns representantes da Câmara dos Deputados ainda são contra a idéia de adiar as eleições, o que poderia atrasar os procedimentos de votação.

Uma escolha como nenhuma outra

Devido a restrições em manifestações públicas e outros eventos relacionados ao vírus corona, espera-se que as campanhas políticas em 2020 sejam as mais digitais que já realizaram. Na segunda-feira, O relatório brasileiro discutiram como as mídias sociais poderiam desempenhar um papel importante no período eleitoral. Com a mudança para as campanhas on-line, as eleições locais também estão mais vulneráveis ​​do que nunca aos perigos de ataques de notícias falsas.

O Senado propõe adiar as eleições locais em um mêsO Senado propõe adiar as eleições locais em um mês