O Rico e Lázaro estreia com cena no inferno (Hades).

Nova trama de inspiração bíblica da Record TV estreou logo após o último capítulo de A Terra Prometida

A primeira sequência da novela O Rico e o Lázaro (Record TV), que estreou nesta segunda-feira (13/3), logo após o último episódio de A Terra Prometida, mostrou o homem Rico caminhando pelo inferno. O rosto dele não era revelado, apenas sua silhueta cambaleando pelo escuro enquanto pedia ajuda. Efeitos especiais foram utilizados para criar o ambiente cercado de chamas e a aparição de Abraão (Paulo Gorgulho), que está ao lado do Lázaro. Uma cena bem impactante pela mensagem e efeitos bem produzidos para os padrões de produções brasileiras.

Neste momento, Abraão diz que o Rico sempre recebeu coisas boas em vida e, Lázaro, o oposto. Quando o Rico pede que Abrão envie Lázaro até sua casa para orientar seus familiares, com o intuito de que eles não cometam os mesmos erros e acabem no inferno como ele, escuta como resposta que, se eles não ouviram Moisés e os profetas, também não ouviriam alguém que ressuscitasse dos mortos.

O Rico e Lázaro estreia com cena no inferno (Hades).O Rico e Lázaro estreia com cena no inferno (Hades).

É sobre essa reflexão relacionada às escolhas, vista pela perspectiva religiosa do canal, que se pauta a novela escrita por Paula Rachid com inspiração em uma parábola bíblica. Assim como outros folhetins dessa linha produzidos nos últimos anos pela Record TV, as passagens bíblicas são indicadas no canto da tela para o espectador.

Após essa sequência de abertura, a narrativa de O Rico e o Lázaro passou a mostrar acontecimentos de uma Jerusalém 605 a.C. Foram apresentados ao público os protagonistas Asher, Zac e Joana, que na fase adulta serão interpretados pelos atores Dudu Azevedo, Igor Rickli e Milena Toscano.

O capítulo deu muito espaço também para as representações do profeta Jeremias (Vitor Hugo), que quase foi apedrejado por parte da população, e do rei Nabucodonosor (Heitor Martinez), celebrado após a vitória do povo da Babilônia no campo de batalha com lutas épicas cheia de efeitos.

A chegada do exército babilônico à Jerusalém encerrou o primeiro capítulo, com Abel, Asher, Zac e Joana correndo em direção ao portão da cidade.

A abertura mostrou o que esperar de O Rico e Lazaro: Daniel na Cova dos Leões, o Quarto homem na Fornalha de fogo Ardente, a grande estátua do sonho de Nabucodonozor interpretada por Daniel entre outras coisas.

Pelo pequeno casting de atores muitos rostos conhecidos de outras novelas bíblicas (Apuk, Yunet, Joquebebede, corá, Faraó Seti) voltaram o que não desmerece os profissionais. Os cenários e figurinos estão melhorando a cada folhetim.

É muito cedo ainda para avaliar se será sucesso ou não, mas a estreia foi convincente. Resta torcer para que as barrigas não estraguem esta nova produção que começou a todo vapor.

Abertura

Relacionado