O prefeito de São Paulo deu positivo para o Covid-19

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, deu positivo para o Covid-19 durante um teste de rotina. Embora ele não tenha demonstrado sintomas até o momento, Covas é um paciente de alto risco devido ao seu histórico médico e ao recente diagnóstico de câncer.

Covas não planeja se despedir do consultório depois que seu médico lhe deu um acompanhamento rigoroso nos próximos 10 dias para trabalhar em casa. O prefeito trouxe a notícia para a mídia social. “Após quatro resultados negativos, infelizmente eu testei positivo para o Covid-19 hoje. É recomendável ficar em casa e não há necessidade de se despedir do escritório. Ainda poderei encontrar [with city officials] online ”, disse Covas.

São Paulo, a maior cidade do Brasil com cerca de 12,2 milhões de habitantes, foi a cidade mais afetada no país, com 88.025 casos confirmados e 5.599 mortes, segundo o banco de dados aberto Covid-19 Brasil.io.

História médica de Bruno Covas

No final de outubro de 2019, Covas foi hospitalizado para tratar uma infecção por erisipela quando descobriu trombose venosa nas pernas. Ele ficou no hospital para tratamento imediato e mais investigação. Durante uma busca no coágulo sanguíneo, ele foi diagnosticado com câncer cardíaco com subsequentes metástases no fígado e nos gânglios linfáticos. Ele começou a quimioterapia que estava em andamento quando a pandemia do Covid 19 atingiu São Paulo pela primeira vez.

O prefeito de São Paulo deu positivo para o Covid-19O prefeito de São Paulo deu positivo para o Covid-19

Em maio de 2020 O prefeito foi novamente hospitalizado por desconforto abdominal, mas foi libertado dois dias depois, sem consequências graves. A quimioterapia em curso de Covas enfraquece seu sistema imunológico e o torna particularmente suscetível a uma infecção viral como o Covid-19.

Apoie este relatório →Apoie este relatório →