O juiz suspende a reabertura do Rio de Janeiro

Um tribunal do Rio de Janeiro suspendeu os decretos assinados pelo governador Wilson Witzel e pelo prefeito Marcelo Crivella, autorizando a reabertura de lojas e o levantamento de restrições ao transporte público. O juiz considerou a flexibilização das regras um passo “inapropriado” que poderia “fazer com que a infecção pelo Covid-19 se acelerasse e fosse difícil reverter”.

O juiz também ordenou que as autoridades estaduais se coordenassem com as autoridades locais para “aplicar efetivamente as regras de isolamento social por meio da aplicação da lei”. Uma audiência foi marcada para 10 de junho, durante a qual o gabinete do governador e o gabinete do prefeito teriam de fornecer “justificativa razoável” para suas decisões.

Na semana passada, Witzel aprovou a reabertura de shopping centers, bares e restaurantes – e das atividades esportivas ao ar livre no sábado e dos meios de transporte intermunicipal iluminados em verde. Enquanto isso, a Prefeitura do Rio aprovou atividades esportivas em centros de treinamento e passeios, bem como em igrejas, lojas de móveis e concessionárias de carros.

Apoie este relatório →Apoie este relatório →

O juiz suspende a reabertura do Rio de JaneiroO juiz suspende a reabertura do Rio de Janeiro