O governo aprova novos regulamentos para limitar a disseminação do Covid-19 nos matadouros

Os Ministérios da Agricultura, Economia e Saúde emitiram um decreto conjunto que estabelece diretrizes preventivas para controlar o potencial Covid-19 nos matadouros do Brasil. Entre outras coisas, o decreto prescreve um monitoramento cuidadoso dos trabalhadores dos matadouros quanto aos sintomas do Covid 19. Também obriga as empresas a seguir as recomendações da Organização Mundial da Saúde sobre distância social.

O objetivo é harmonizar os protocolos de segurança sanitária em todos os matadouros no Brasil e “garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores” e “fornecer alimentos à população”.

As empresas também são incentivadas a promover o trabalho remoto sempre que possível e a evitar o uso de ambientes com ar condicionado artificial.

Os matadouros e segmentos semelhantes da indústria da carne, considerados uma atividade essencial, permaneceram abertos durante a pandemia, tornando-os potenciais pontos focais para a disseminação do coronavírus entre os trabalhadores.

O governo aprova novos regulamentos para limitar a disseminação do Covid-19 nos matadourosO governo aprova novos regulamentos para limitar a disseminação do Covid-19 nos matadouros

No início deste mês, O relatório brasileiro cobriu o fechamento judicial de um matadouro da JBS, gigante do processamento de carne, depois que 21 dos 1.700 trabalhadores da unidade deram positivo para o Covid-19. Outros matadouros também foram fechados devido a preocupações semelhantes. O decreto entra em vigor imediatamente para as 3.299 empresas de processamento de carne no país atualmente em operação.

Apoie este relatório →Apoie este relatório →