O Currículo da vassoura. – Recreio

Por: Artigo enviado pelo “leitor” Kaíque Palhares

Bom, não e nenhuma novidade pra nenhum de nós que o Brasil está passando uma forte crise seja por má administração, roubos aos cofres públicos, ambição e enumeras coisas.

Também eventos de grandes portes contribuem muito para mais roubos e desvio de verbas, mas como não sou formado em economia, vou tentar traduzir uma cena que aconteceu numa mega empresa do nosso país.

O Currículo da vassoura. – Recreio
O Currículo da vassoura. – Recreio

Acho que a fila e desempregados têm a ver com a crise… Acho não, tem tudo a ver, vamos lá então!

Certo dia um empresário marcou uma entrevista de emprego com cinquenta moças, havia somente uma vaga para secretária. Esse empresário já de certa idade, ou seja, já era macaco velho…

O velho empresário muito astuto colocou uma vassoura no chão no meio da sua sala e mandou que entrasse uma por uma.

Chamou a primeira que logo entrou e assentou-se. O empresário logo lhe pediu para contar suas qualidades. A moça se soltou igual uma metralhadora, eu sou inteligente, estudei em Paris, tenho muitas qualidades, faço academia, tenho Snap, tenho até Face com uns mil seguidores… O empresário levantou e agradeceu moça e pediu que ela esperasse o retorno em casa.

Chamou a próxima moça que entrou com os seios quase saltando para fora, as pernas de fora e já começou a falar quase aos berros, eu tenho vários diplomas, falo Inglês, Francês, (no texto original tem palavras feinhas nesta parte aqui) e até a língua dos anjos. Gosto de jantar nos melhores restaurantes, blá, blá, blá…

O empresário desanimado mandou chamar a última candidata. Eis que entra uma mocinha simples mais bem vestida, cabelos amarrados, braços cobertos, calça comprida, óculos, recém-formada no Ensino Médio.

A mocinha entra devagar na sala, apanha a vassoura que já estava até virando uma múmia no chão de tanto que ficou lá deitada, pega a vassoura e a encosta num cantinho da parede.

Com um ar e ânimo novo, o empresário solta um grito: está contratada!

Moral da historia as outras pulavam a vassoura ali jogada ao chão seja, nem tudo que reluz e ouro.

Crítica enviada pelo leitor Kaíque Palhares

para Coluna Social.

Obs: O ajuste requisitado não foi realizado, devido a falta de resposta e autorização por parte da pessoa citada em seu e-mail até o momento em que terminei de deixar todos posts agendados. Sorry.

Relacionado