Notícias falsas Amostra da Suprema Corte: O que você precisa saber

Relatamos o Fake News Probe: a recente acusação da Suprema Corte contra o campo de Bolsonaro – e seus problemas legais. Preocupando números de emprego. E a fuga de capitais estrangeiros do Brasil.

Perguntas sobre notícias falsas da Suprema Corte

Marechais federais realizaram uma série na quarta-feira 29

de mandados de busca e apreensão contra blogueiros, ativistas de extrema direita, um comediante e empresários suspeitos de participar de uma operação ilegal de falsificação. Seis membros do congresso também são entrevistados. A ação policial ocorreu como parte de um Investigação em março de 2019 aberto pelo Supremo Tribunal para a distribuição de notícias falsas e ameaças contra seus membros.

  • O juiz da Suprema Corte Alexandre de Moraes, que lidera a investigação, ordenou que os registros fiscais e bancários de todos os 17 suspeitos fossem divulgados para o período de julho de 2018 a abril de 2020.

Por que isso é importante? O escopo da investigação inclui a campanha eleitoral de 2018 e a suspeita de que alguns dos suspeitos alvo desta semana estavam executando um programa ilegal para enviar milhões de mensagens aos eleitores e atacar os rivais de Jair Bolsonaro. Se for encontrada uma conexão entre a campanha de Bolsonaro e esse esquema, seria um motivo para anular a eleição, derrubar o presidente Bolsonaro e seus vice-presidentes e levar a novas eleições.

Problemas. Embora pareça um passo positivo para combater a disseminação de informações falsas e o discurso de ódio antidemocrático, a investigação também é um exemplo perfeito da Suprema Corte atravessando suas fronteiras. A investigação de notícias falsas contorna o gabinete do promotor federal e permite que os juízes atuem como juízes, júris e carrascos – arquivam o caso, conduzem uma investigação e tomam a decisão final.

  • Uma investigação conduzida pelo Supremo Tribunal somente poderá ser realizada se um crime for cometido em suas instalações. Mas o juiz sênior Dias Toffoli disse ao ordenar a investigação no ano passado que os juízes eram “o juiz”, para que qualquer crime contra eles se encaixasse na lei.

Fratura? Os aliados do presidente Bolsonaro estão exigindo o impeachment da Justiça Moraes e compararam a operação de quarta-feira à Kristallnacht, o pogrom nazista de 1938 contra judeus na Alemanha. Em uma transmissão ao vivo nas mídias sociais, o deputado Eduardo Bolsonaro, o segundo filho mais velho do presidente, prometeu revidar. Ele disse que uma “pausa” não era uma questão de E se, mas quando Isso vai acontecer.

Linha de fundo. Numa época em que a Suprema Corte precisa aproveitar a oportunidade e proteger as liberdades civis – de um governo que desafia instituições democráticas toda semana – os juízes dobram as regras para supostamente “fazer a coisa certa”. Raramente termina bem.


O pior mês para o emprego formal

Pela primeira vez este ano, o Ministério da Economia divulgou números atuais de empregos no Brasil. O registro geral de empregados e desempregados (trancado) é uma das melhores fontes de dados para o número de pessoas que trabalham formalmente em todo o país. E os números dos primeiros quatro meses do ano mostram uma imagem sombria.

  • O Brasil perdeu 1,1 milhão de empregos líquidos formais em março e abril. Para comparação: o país perdeu 1,5 milhão de empregos em todo o ano de 2015– o clímax da última recessão.
  • A crise do coronavírus já afetou um quarto dos trabalhadores brasileiros. Outras 8,1 milhões de pessoas suspenderam seus contratos ou sofrem cortes de salários.

Por que isso é importante? Este é apenas o começo da crise. À medida que a América Latina – e o Brasil em particular – se tornar o epicentro da pandemia, o mercado de trabalho sofrerá ainda mais. A Organização Internacional do Trabalho acredita que os trabalhadores latino-americanos serão mais atingido do mundo entre maio e junho.

Pandemia. Parte da falta de confiança na economia brasileira se deve ao fracasso do país em combater o Covid-19. Estados como São Paulo já estão conversando sobre a reabertura de suas economias, mas a taxa de infecção continua aumentando. E a falta de testes mostra que os casos confirmados são apenas parte do problema. O diretor geral da OIT, Guy Ryder, acrescentou: “Há uma preocupação com a capacidade do Brasil de tomar as medidas certas para preparar empregos para o mundo pós-pandemia”.

Há mais. Em conexão com a crise econômica, o Brasil estava em constante turbulência política – o que reduziu ainda mais o apetite ao risco corporativo.


Brasil fora do radar dos investidores?

O investimento direto estrangeiro no Brasil cai e cai para apenas US $ 234 milhões em abril – bem abaixo dos US $ 5,1 bilhões do ano anterior. Parte disso, é claro, deve-se à pandemia que interrompeu a maioria dos investimentos em todo o mundo. A resposta fracassada do país à pandemia também assustou os investidores que antecipam a crise do coronavírus brasileiro por muito mais tempo do que o esperado.

  • O real brasileiro foi a moeda com pior desempenho do mundo durante a crise. Desde o registro do primeiro caso Covid 19 do país, o real perdeu 19% em relação ao dólar.
  • Os estrangeiros estão reduzindo sua participação em títulos brasileiros. Os não residentes reduziram suas posições em US $ 4,6 bilhões e agora representam apenas 9,4% da dívida doméstica do país – a menor desde dezembro de 2009.

Por que isso é importante? Com um governo afetado financeiramente e uma economia fraca, o Brasil precisará de investimentos estrangeiros para se recuperar.

Mas … O monstro de três cabeças de um sistema sanitário, econômico e politicamente A crise deve tornar a recuperação do Brasil mais dolorosa e menos previsível.


O que você precisa saber hoje?

  • Comércio. As tensões entre a China e os Estados Unidos estão alcançando novos patamares, e a lei americana está passando por uma conta Permitir sanções contra autoridades chinesas responsáveis ​​por violações dos direitos humanos contra a minoria uigur muçulmana. Em resposta, o país asiático está aumentando as compras de soja do Brasil – um sinal de que poderia garantir o fornecimento. Por um Bloomberg relatórioA China comprou mais de 10 cargas no Brasil esta semana.
  • Por último mas não menos importante. Presidente Jair Bolsonaro assinou lei que concede R $ 125 bilhões apoio financeiro a estados e municípios, incluindo transferências diretas de BRL 60 bilhões em um período de quatro meses. No entanto, o presidente vetou os artigos que permitiam às administrações aumentar os salários dos funcionários antes de 2022. Governadores e prefeitos apoiaram o veto em discussões privadas, mas não queriam o fardo político de se recusar a criar trabalhadores.
  • Covid19. Como o Brasil confirmou vírus Corona As mortes ultrapassam a marca dos 25.000, e as companhias de seguros de saúde pressionam os médicos a prescreverem cloroquina para seus pacientes relatório do site de notícias Uol. O medicamento, recomendado por Jair Bolsonaro, não tem eficácia comprovada contra o vírus – e está associado a problemas cardíacos e maiores taxas de mortalidade. O tópico foi discutido em nosso podcast desta semana em Explicando o Brasil Efeitos do jogo de cloroquina na guerra brasileira de Covid-19.
  • Rio. Vários funcionários do hospital de campanha no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, renunciaram por causa de “péssimas condições de trabalho”, dizem eles, “mesmo por razões de emergência”. O hospital é gerenciado por uma organização social acusado de desviar dinheiro para ser usado na instalação e o governador Wilson Witzel pagará contratempos. No entanto, o hospital de campanha do Maracanã não é exceção às más condições de trabalho. Acredita-se que 157 enfermeiros no Brasil tenham morrido de Covid-19 – mais do que em qualquer outro país.

Leia a história toda

Comece seu teste gratuito de 7 dias

cadastro

Inscrever-se para

A investigação de notícias falsas após o Supremo Tribunal Federal: o que você precisa saber apareceu pela primeira vez no relatório brasileiro.