Nos hospitais particulares, a taxa de recuperação do Covid é 50% maior

A pandemia de Covid 19 destacou a surpreendente desigualdade que define a sociedade brasileira a todo momento. Talvez a diferença entre ricos e pobres não seja mais clara do que a diferença entre aqueles que podem pagar assistência médica privada e aqueles que dependem do sistema público de saúde. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, pacientes em ambientes privados têm 50% mais chances de se recuperar do coronavírus do que pacientes internados em hospitais públicos.

Uma média de 51% dos pacientes com coronavírus sobrevivem em hospitais privados, em comparação com apenas 34% nos hospitais públicos. Não é de surpreender que as menores taxas de recuperação sejam encontradas nos hospitais do norte e nordeste, as regiões mais pobres do Brasil. Os dados foram fornecidos ao jornal pelo sistema de vigilância epidemiológica do Ministério da Saúde.

Apenas 47 milhões de brasileiros – menos de 20% da população – têm plano de saúde privado. Os hospitais públicos brasileiros têm sido sistematicamente subfinanciados ao longo dos anos e frequentemente há falta de unidades de terapia intensiva e ventiladores, especialmente nas partes mais pobres e rurais do país.

Embora o governo tenha tentado unificar as redes de saúde pública e privada na guerra contra o Covid-19, não foi suficiente para resolver as surpreendentes desigualdades no sistema de saúde brasileiro O relatório brasileiro Declarado no início deste ano.

Nos hospitais particulares, a taxa de recuperação do Covid é 50% maiorNos hospitais particulares, a taxa de recuperação do Covid é 50% maior
Apoie este relatório →Apoie este relatório →