Nada muda – Recreio

Olhava para o céu assim que acordava

e observava a chuva que ia caindo

no seu devido tempo,sem pressa,

na quantidade e na hora certa.

Nada muda – RecreioNada muda – Recreio

Nunca pegava ninguém desprevenido indo trabalhar,

Mas sempre quando estava voltando

para casa e puder descansar.

Essa chuva sempre ajudava encher rios,

crescer as plantas,

E refrescar um dia cansativo.

Às vezes a chuva ia embora

deixando espaço para um sol brilhante,

Nunca aquele que faz um calor insuportável

E sim aquele que torna um dia mais agradável.

Com uma sombra fresquinha

Para beber uma água,

comer uma fruta

ou simplesmente observar o dia.

E digo que mesmo tudo sendo assim praticamente perfeito

como todos sonham,

todos reclamavam como se na vida não existisse nada bom,

mas apenas lamentos.