Moro: Bolsonaro quer armar as pessoas contra o isolamento social

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro disse que o presidente Jair Bolsonaro queria armar o povo brasileiro para iniciar uma revolução contra o isolamento social. Suas palavras vieram em resposta às alegações do presidente de que Moro não apoiava a ideologia pró-armas do governo.

Segundo Moro, o presidente sempre criticou seu isolamento e atitude pró-social, junto com o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Ele disse que o relaxamento das leis sobre armas deve ser discutido, mas não da maneira “irresponsável” apoiada por Bolsonaro, que “quer promover uma rebelião armada contra as políticas de saúde pública implementadas por governadores e prefeitos”.

O relatório brasileiro explicou a obsessão da família Bolsonaro por facilitar as regras de propriedade e transporte de armas, e a motivação tem muito a ver com as empresas que fabricam armas de fogo no Brasil.

Apoie este relatório →Apoie este relatório →

Moro: Bolsonaro quer armar as pessoas contra o isolamento socialMoro: Bolsonaro quer armar as pessoas contra o isolamento social