Mercado melhora previsão do PIB para 2020 para -5,66%

Segundo o último relatório do banco central, a economia brasileira parece estar se recuperando lentamente dos efeitos adversos causados ​​pela pandemia do Covid 19. As previsões do PIB melhoram para um declínio esperado de mercado de 5,66% em 2020.

Essa avaliação marca a quinta semana consecutiva de melhores previsões do PIB do banco central, que prevêem um declínio do PIB de apenas 6,5% em meados de junho, como anteriormente coberto por O relatório brasileiro. Na semana passada, o banco central anunciou que o PIB brasileiro caiu 5,77% até o final do ano.

As previsões de inflação para 2020 também melhoraram um pouco, passando de 1,67% na semana passada para 1,63%.

Para 2021, o banco central continua prevendo um crescimento moderado de 3,5%, com base nos números pós-pandêmicos em 2020. O real brasileiro deverá ser o ano subvalorizado em relação ao dólar, com uma taxa de câmbio prevista de BRL 5,20 para 1 USD Final Em comparação, o Real 2019 encerrou o ano com 4 BRL: 1 USD.

Mercado melhora previsão do PIB para 2020 para -5,66%
Mercado melhora previsão do PIB para 2020 para -5,66%

As previsões ligeiramente melhoradas do PIB devem-se ao fato de os governos estaduais e municipais estarem pressionando para que a economia volte a funcionar em todo o país, embora os números diários para novos casos e mortes de Covid 19 sejam consistentemente altos.

O retorno à ação parece apoiar a fraca economia brasileira. No entanto, uma ressuscitação dos 19 casos da Covid que leva a uma segunda onda de casos de coronavírus pode ser ainda mais devastadora para as empresas brasileiras.

Apoie este relatório →Apoie este relatório →