Ilusão: Op Art da vida

O prazer pode apoiar-se sobre a ilusão,

mas a felicidade repousa sobre a realidade”.

Sébastien-Roch Chamfort

Ilusão: Op Art da vidaIlusão: Op Art da vida

Op Art

A OP ART (abreviatura de óptical art, “ARTE ÓPTICA”) explora a falibilidade do olho humano. Foi um movimento da arte abstrata que ficou conhecido através de um artigo na Times Magazine se desenvolveu na década de 1960 com tendo curta duração, apenas três anos, mas deixou um acervo muito importante para movimentos posteriores e influenciou outros segmentos como na moda, na decoração de interiores, em capas de livros e discos e até no urbanismo e na arquitetura. Um dos mais brilhantes representantes da OP ART foi Victor Vasarely.

Na OP ART, o artista joga com o espectador,criando imagens que parecem vibrar e palpitar. Embora a obra de arte em si seja estática, as formas e cores utilizadas provocam uma ilusão óptica de movimento. A OP ART (optical art / arte ótica), apesar do rigor com que é construída, simboliza um mundo precário e instável, que se modifica a cada instante.

A arte da ilusão de ótica, são geralmente imagens que quando intercaladas nos dão a impressão de movimento ou figuras pintadas de forma a parecer duas ou mais imagens dentro de uma só. Mas isso são apenas jogos visuais que não nos levam ao engano e nem nos mantém presos.

O que é ilusão?

Engano dos sentidos ou pensamento que faz tomar a aparência pela realidade. Coisa que não tem existência real, apenas ideal. Devaneios, fantasia, imaginação. A ilusão é também chamada de utopia: uma esperança irrealizável ou situação onde tudo é perfeito.

Se iludir com uma situação, com sentimentos, com alguém é sempre algo que traz consequências terríveis, a fase final da ilusão é a desilusão (decepção, desapontamento, desengano). O pior da ilusão é a prisão, você pode ser livre de grades e estar preso pelas paredes do pensamento.

A ilusão pela aparência

Há um ditado que diz “não julgue o livro pela capa”, mas parece não adiantar, pois ao ver capas tão atraentes os leitores julgam que o conteúdo será ainda melhor. Sabendo disso, publicitários criam cada vez mais embalagens atraentes para produtos não tão atraentes assim, alguns até mesmo sem qualidade, mas que são escolhidos no momento da compra pela embalagem que encanta os olhos. Uma embalagem bonita para um produto ruim.

Julgar uma pessoa pela aparência é algo extremamente comum. A marca de uma roupa, um perfume caro, um sapato de grife podem impressionar e enganar a muitos. O bem vestido, elegante nem sempre é rico e o vestido de forma mais simples nem sempre é o pobre. O de boas palavras conversa fácil e brincalhão nem sempre é boa pessoa e o quieto nem sempre é o antipático. A linda pode ser só linda, mas não limpa, quando digo limpa me refiro às intenções do coração.

A aparência causa ilusão aos olhos humanos, levando a crer que uma pessoa é de certa forma quando na verdade é de outra bem diferente.

Aquela pessoa raivosa e grosseira, pode ser apenas alguém sofrendo tentando aliviar sua alma descontando suas frustrações em terceiros ou tentando chamar a atenção em meio ao seu desespero interior.

Às vezes você olha para uma pessoa e ela está sorrindo, brincando e cantando, mas por dentro está chorando. A aparência mostra felicidade enquanto o coração revela a tristeza que só Deus vê. Enquanto você estiver preso à ilusão que a aparência de uma pessoa lhe causa, deixará de conhecer quem realmente essa pessoa é.

A ilusão dos sentimentos

Há os que se prendem a sentimentos, criam uma ilusão com alguém e algumas vezes o outro alimenta essa ilusão conscientemente. O problema desse tipo de ilusão é o desejo de que em algum momento o que acontece apenas na imaginação se torne realidade. Nesse caso o que prende uma pessoa a esse tipo de ilusão não é o sentimento que mantém pelo outro, mas sim a ilusão de que o outro nutre algum sentimento por ela. Quando se constrói castelos em nuvens não se deve tentar morar neles.

Talvez a liberdade e a felicidade dentro do ilusório satisfaçam o indivíduo que não percebe que enquanto vive a fantasia perde a chance de viver o real, que embora possa não ser perfeito é onde há vida e movimento.

Enquanto a pessoa iludida não aceitar a realidade ela estará em desequilíbrio, pois entrar e sair de um mundo imaginário poderá causar até mesmo reações físicas e psicológicas, gerando traumas que só a mão de Deus pode curar. O mais difícil da prisão sentimental é que você pode entrar e sair da ilusão mentalmente, mas não sentimentalmente, mesmo no real o sentimento permanece.

Ilusão não é amor, castelos de areia são desfeitos pelo vento.

A ilusão do vício

Qualquer forma de fugir da realidade demonstra uma deficiência em lidar com os problemas. A ilusão funciona como um anestésico, uma válvula de escape para que a pessoa passe por algo que a incomoda. Por isso em meio a crises, muitos procuram o álcool, cigarro e as drogas. Tudo isso gera uma ilusão, as drogas enquanto no auge de seu efeito, faz a pessoa se sentir livre, corajosa para fazer o que não faria normalmente. Só que o efeito de tudo isso é passageiro, passa mais rápido que a situação enfrentada e o que acontece?

A pessoa sente que precisa de mais um pouco e mais uma dose e quando percebe está presa à ideia de que necessita disso para viver feliz. Uma felicidade que não existe nem para a pessoa e nem para os seus familiares. Uma decadência fatal, uma dependência mortal de uma ilusão cujo efeito mental dura pouco e físico permanece destruindo o corpo lentamente.

Quantos jovens não perdem a vida apelando para os vícios porque acreditam na ilusão que estes lhes farão fugir de algum problema, ou na intenção de adquirir status ou serem aceitos em determinados grupos.

É errado sonhar?

Os sonhos movem a vida, dá animo, trás esperança e coragem para alcançar os objetivos.

A ilusão pode gerar um bem estar momentâneo, mas não verdadeiro. Tudo que lhe traz ilusão é uma mentira. Não acreditem em seus olhos, muitas situações que você tem passado não são o que parecem. O problema, as decepções geram a ilusão de uma possível destruição, a pessoa perde a fé e a esperança que o amanhã será melhor.

Se vocês já viajaram de avião, sabem que olhando de cima os maiores edifícios são pequenos, as nuvens tão distantes olhando do chão, são como tapetes de algodão quando estamos próximas a elas.

Sonhar, planejar e esperar em Deus, não é ilusão. Lembre-se só porque seus olhos não podem ver, não quer dizer que não seja real. Você não vê uma semente plantada enquanto está embaixo da terra, mas ela está lá aguardando o tempo certo de germinar.

Você não vê a Deus, mas pode senti-lo e pode ver o que Ele faz em sua vida. Você dormiu e acordou porque Deus te deu a vida.

Gracias! 🌹