Holanda: tolerância, liberdade e beleza

A Holanda é um país lindíssimo e muito receptivo. Localizado no norte da Europa, a Holanda possui 16 milhões de habitantes e também é conhecida como Países Baixos. A capital Amsterdã é totalmente cercada por canais e é uma capitais mais divertidas e animadas da Europa com apenas 779 mil habitantes.

A língua oficial é o holandês (neerlandês), mas quase toda população fala inglês e recebe muito bem os turistas. A Holanda é conhecida pela belas tulipas, moinhos de ventos, os famosos tamancos coloridos de madeira, pelos deliciosos queijos (Gouda e Edam) e pelas milhares de bicicletas. Em todas as estações trem e pela cidade, existem enormes estacionamentos de bicicletas e há um controle do governo para que as bicicletas tenham circulação e não sejam abandonadas. Todos os meses as bicicletas são fiscalizadas e as que foram abandonadas são retiradas para liberar espaço.

A Holanda faz fronteira com a Bélgica e a Alemanha e é um país de baixa altitude. Em torno de 27% de seu território está situado abaixo do nível do mar e grande parte das terras foram recuperadas através de complexos diques. A Holanda é o 11º país mais populosos da Europa e possui temperaturas médias entre -8º (no inverno: entre dezembro e fevereiro) e 30º (no verão: em junho e julho).

Holanda: tolerância, liberdade e beleza
Holanda: tolerância, liberdade e beleza

Além da beleza da Holanda, o país oferece uma das melhores qualidades de vida à sua população e tem um alto Índice de Desenvolvimento Humano. As cidades mais importantes do país são Amsterdã, Haia (sede do governo), Roterdã, Eindhoven e Delft.

Os holandeses são um povo extremamente liberal. O naturismo, o casamento gay, o uso de drogas como a maconha, a eutanásia, o aborto e a prostituição são praticamente normais em seu território.

Para quem pretende viajar para a Europa vale a pena conferir alguns dos seus pontos turísticos.

Passeio de barco pelos canais em Amsterdã

Há diversas opções de passeios para praticamente todos os canais da cidade. É uma forma bem divertida e típica dali para conhecer Amsterdã. Você consegue observar as construções, pontos turísticos e moradias da cidade.

Rijksmuseum em Amsterdã

O Rijksmuseum em Amsterdã é o Museu Nacional da Holanda, e um dos mais importantes de todo o país. Ele é enorme, guarda uma coleção de obras de arte de pintores como Rembrandt e Jan Steen, além de vários outros artistas do século 17. O Rijksmuseum fica em um lugar chamado a Praça dos Museus em Amsterdã, onde estão também o Museu Van Gogh, o Stedelijk e o famoso letreiro I Amsterdam.

Heineken Experience em Amsterdã

A Heineken Experience em Amsterdã é um passeio bem legal. Menores de 18 anos só entram ali acompanhados, já que envolve degustação de cervejas da famosa marca. Essa atração é uma visita a uma fábrica da Heineken, onde os visitantes podem conferir todos os processos de fabricação da bebida, que têm mais de 150 anos de existência.

Jordaan em Amsterdã

O bairro Jordaan em Amsterdã é um dos mais legais da cidade. Uma ideia legal é alugar uma bicicleta, um dos principais meios de transporte dos holandeses. Por lá dá para ir até as 9 Straatjes, as nove ruas, um lugar bem famoso para fazer compras em Amsterdã.

Casa da Anne Frank em Amsterdã

A Casa da Anne Frank em Amsterdã é um dos museus e lugares turísticos mais importantes na cidade, também está no bairro Jordaan. Ela é a casa onde Anne Frank e sua família moraram ao longo da segunda guerra mundial, quando a menina ficou famosa por escrever seus diários. A moradia acabou se tornando um museu, e hoje em dia os cômodos e boa parte dos objetos da menina e sua família estão intactos e expostos para os visitantes.

Museu Van Gogh em Amsterdã

O Museu Van Gogh em Amsterdã, localizado na Praça dos Museus, guarda as principais obras, telas, ilustrações e outros objetos de Van Gogh. As principais pinturas dele estão lá, todas originais. O museu também possui uma vasta coleção com toda a biografia e trajetória de Van Gogh, além de pinturas de outros autores que se inspiraram nele para realizarem seus trabalhos. Você pode alugar um tour com áudio em português, para entender um pouco mais sobre cada parte do museu, e saber detalhes das obras.

Red Light District em Amsterdã

O Bairro da Luz Vermelha de Amsterdam é provavelmente o mais famoso deste tipo em todo o mundo, e certamente o mais curioso. Lá é possível ver prostitutas oferecendo os seus serviços através de vitrines, iluminadas por luzes vermelhas. As vitrines do bairro são alugadas pelas prostitutas como qualquer outro espaço comercial, pois a prostituição é uma profissão legalizada na Holanda. Nesta área da cidade cortada por diversos canais e ruas estreitas, existem vários sex shops, teatros e museus do sexo, além de coffee shops e bares. Ao contrário do que muita gente pensa, o local é visitado por todos os tipos de turistas, desde famílias, casais e até grupos de amigos. Porém, durante a noite, o público do local se restringe para os adultos. Saiba que é estritamente proibido tirar fotos das mulheres nas vitrines, e infringir essa regra pode trazer problemas para os turistas.

Mercado flutuante das flores e Canal Singel em Amsterdã

O mercado flutuante das flores em Amsterdã fica sobre o Canal Singel. Esse lugar é simplesmente incrível e encanta os turistas de todas as nacionalidades que o visitam. É um mercado que vende flores de todos os tipos, além de ter também lojas de lembrancinhas e souvernirs bem legais de Amsterdã, ideais para levar de presente para quem ficou no Brasil.

Praça Dam em Amsterdã

A Praça Dam em Amsterdã é um dos pontos turísticos mais famosos da cidade. Lá que estão o Palácio Real e o Museu Madame Tussauds. O Palácio Real é aberto ao público para visitação, e tem uma bela arquitetura.

Leidseplein em Amsterdã

A Leidseplein é o coração pulsante de Amsterdam um dos melhores lugares para ir a noite, onde fica a maioria dos bares e boates da cidade, além de diversos cafés e restaurantes. A Praça Leidse e todo o bairro são bem boêmios, cheios de casas noturnas, restaurantes e coffee shops. No verão muitos artistas se apresentam ao vivo no centro da praça, e no inverno o pessoal costuma frequentar mais as baladas fechadas, que tocam pop e eletrônico. As ruas por ali costumam ficar bem movimentadas de noite, e as barzinhos e pubs atendem vários clientes.

Praça Museumplein em Amsterdã

Localizada entre museus Van Gogh e Rijks, e pertinho do museu Stedelijk, a praça Museumplein é um dos pontos de encontro mais conhecidos em Amsterdã, além de palco para festivais e eventos da cidade. É nesse local que você encontrará o monumento I amsterdam, feito em homenaganem à capital da Holanda. Um outro prédio interessante da área, que vale a pena ser conferido, é o Concertgebouw, a casa de ópera da cidade. Durante as estações mais frias, o lago que fica no centro da praça se vira uma pista de patinação.

Vondelpark em Amsterdã

O Vondelpark é o maior parque de Amsterdam e um dos mais belos de toda a Europa. Localizado no centro da cidade, próximo de diversas outras áreas de interesse, como Museumplein e Leidseplein, o parque tem uma área imensa, repleta de lagos, belas árvores e animais. Um verdadeiro oásis de tranquilidade no meio do agito de Amsterdam. Vondelpark fica ainda mais lindo em dias de Sol, independente da estação do ano. Atrai turistas do mundo todo que querem estar em contato com a natureza e estão em busca de lazer. É comum ir ao parque nos dias ensolarados para andar de bicicleta e patins, fazer uma caminhada ou simplesmente ficar na grama aproveitando o pôr-do-sol, que termina por volta das 21h durante o verão. O Vondelpark possui algumas atrações, como teatro ao ar livre, jardim botânico, lojas para alugar skates e patins, bares e restaurantes.

Museu Madame Tussauds em Amsterdã

O Madame Tussauds em Amsterdã é o famoso museu das réplicas de personalidades feitas de cera. É impressionante a riqueza de detalhes dos bonecos, muitos deles realmente parecem-se exatamente com o homenageado. Além dessas suas grandes atrações, a praça possui a sua volta diversos bares, restaurantes e lojinhas.

Keukenhof em Amsterdã

O Parque Keukenhof também conhecido como o “Jardim da Europa”, fica a 38 quilômetros de distância de Amsterdã, na cidade Lisse, na Holanda do Sul. Dizem ser um completo espetáculo de cores e beleza, tendo por volta de sete milhões de flores plantadas anualmente no parque botânico, dentre elas: tulipas, narcisos e jacintos, que preenchem cerca de 32 hectares com cores vivas e fragrância do perfume que as flores liberam, além do mais, o parque também é considerado o maior jardim de flores do mundo.

Keukenhof é um dos maiores símbolos da Holanda e é um dos pontos turísticos mais visitados durantes as estações quentes. Em 2016 o jardim fica aberto de 24 de março à 16 maio e permanece fechado durante o resto do ano. O parque possui milhares de tulipas de diversas cores, parece cenário de filme. É a paisagem perfeita para tirar fotos.

The Bulldog Coffee Shop em Amsterdã

Conhecido por ser o primeiro Coffee Shop de Amsterdã, o Bulldog foi inaugurado em 1975. Como no começo o consumo de maconha não era tolerado, o lugar funcionava como uma cafeteria comum e no andar inferior os frequentadores usavam a erva. Com o passar do tempo, o Bulldog desenvolveu e hoje possui 8 filiais espalhadas pela capital da Holanda, além de um hotel, uma loja de souvenires e um bar. Fica localizado no Red Light District e só é permitido a entrada de maiores de idade que tenham um documento comprovando. Você poderá escolher o produto que mais te agrada através de um menu, acompanhando de um cappuccino.

Os Moinhos de Kinderdijk

Kinderdijk é mundialmente conhecida por seus moinhos e foi incluída como Patrimônio Mundial. Os moinhos atraem muitos turistas, tornando o local ainda mais famoso. Kinderdijk fica localizada na cidade de Molenwaard, província da Holanda do Sul. Durante o seu dia em Kinderdijk, uma visita ao Museummolen Nederwaard definitivamente não poderá faltar. Você pode presenciar como um moinho de vento funciona, podendo ainda encontrar no Museu Moinho um puro-sangue moleiro que foi preservado em seu estado original, podendo ser explorado por dentro e por fora. A Rede Moinho em Kinderdijk simboliza a maneira como a Holanda entrou em batalha com o mar antigamente, no qual os moinhos de vento de Kinderdijk mantiveram a terra seca, que foi devastado por subsidência e inundações.

Curiosidades sobre a Holanda

  • A capital dos Países Baixos é Amsterdã, mas a sede do Governo fica na cidade de Haia.
  • Os neerlandeses comemoram o Natal durante dois dias: 25 e 26 de dezembro. A troca de presentes, porém, é feita no dia 5 de dezembro, dia de São Nicolau.
  • Apesar do seu tamanho, a Holanda tem dentro das suas fronteiras quase 1000 museus, e destes 42 estão na sua capital, Amsterdã. É em Amsterdã que se encontram 22 quadros de Rembrandt e 206 obras de Van Gogh
  • Os holandeses/neerlandeses são um povo extremamente liberal. O naturismo, o casamento gay, o uso de drogas como a maconha, a eutanásia, o aborto e a prostituição são praticamente liberados.
  • A cozinha é bastante simples, comem-se muitas batatas e verduras no país. Durante o ano inteiro pode ser encontrada uma grande variedade de pescado. (um forte hábito se comer o arenque (um tipo de peixe) cru apenas passado em cebola picada e sal.)
  • Tradicionalmente costumam beber cerveja, mas os vinhos estão conquistando terreno rapidamente. Leite é uma das bebidas favoritas do povo holandês.
  • A Holanda é extremamente plana (praticamente não possui montanhas) e 40% do país fica abaixo do nível do mar.
  • Nova York, a maior cidade dos Estados Unidos e uma das mais influentes metrópoles do mundo, foi fundada em 1624 pelos holandeses. A cidade foi batizada de Nova Amsterdã e só mais tarde recebeu o nome atual.
  • Os holandeses são um dos povos mais altos do mundo, tendo os homens uma altura média de 1,84 m e as mulheres 1,78 m.
  • Por que a camisa da seleção holandesa de futebol é laranja? Simples, o laranja é a cor da dinastia de Orange (laranja, em português), da família real da Holanda, que começou em 1544 e continua até hoje com a rainha Beatriz. Detalhe: o país é uma monarquia parlamentarista.
  • O hino nacional mais antigo do mundo é o holandês. Chama-se Wilhelmus e foi composto entre 1568 e 1572 em homenagem a William de Orange (mártir da independência da Holanda) e é usado até hoje como hino oficial do país. O curioso é que ele só foi oficializado como o hino nacional em 1932.
  • Os Países Baixos têm mais de 15 000 ciclovias e tantas bicicletas quanto habitantes.
  • O maior porto do mundo é o de Roterdã, na Holanda.

Fonte: Sites da internet, esqueci os links, depois acho.

“Viajar é colecionar memórias sobre o mundo”.

Gracias!S.R. 🌹