Governo cancela desfile do Dia da Independência em meio a Covid-19

O Ministério da Defesa cancelou o desfile do Dia da Independência do Brasil, que acontece no dia 7 de setembro de cada ano na Esplanada dos Ministérios em Brasília. É a primeira vez desde a década de 1960 que o evento deixa de acontecer.

“… [Brazil]Como grande parte do mundo, a pandemia Covid-19 enfrenta a celebração de eventos contra os quais grandes reuniões públicas podem ser desaconselhadas por autoridades de saúde. As condições atuais sugerem que tais recomendações ainda devem estar em vigor em setembro, incluindo as comemorações de agosto de 198.º Aniversário da Declaração de Independência do Brasil ”, diz a decisão assinada pelo ministro da Defesa, Fernando Azevedo.

O Sr. Azevedo, ele próprio general do Exército da Reserva, também pediu às Forças Armadas que não realizassem cerimônias pessoais durante a reunião.

A relação entre as forças armadas e funcionários do governo foi particularmente forte durante o mandato do presidente Jair Bolsonaro. Desde o fim da ditadura militar no Brasil em 1985, suas nomeações de militares aposentados e ativos têm sido maiores do que qualquer outra análise governamental anterior feita pelo site de notícias G1.

Governo cancela desfile do Dia da Independência em meio a Covid-19
Governo cancela desfile do Dia da Independência em meio a Covid-19
Apoie este relatório →Apoie este relatório →