Feminismo: luta por igualdade ou hipocrisia?

As feministas? Só enxergam o lado que lhes convém.

A luta por igualdade do grupo em destaque resulta em tudo, menos em igualdade. Vamos analisar abaixo, por exemplo, situações na nossa sociedade em que as mulheres são “oprimidas” (ironia).

  • Os homens são 90% das vítimas de assassinato.
  • 80% das vítimas de homicídio.
  • 90% dos mendigos.
  • Realizam 95% de todo trabalho perigoso do mundo.
  • São 95% das vítimas de acidente de trabalho.
  • Apesar do câncer de próstata matar tanto quando o câncer de mama, o governo gasta 50 vezes mais dinheiro no combate ao câncer de mama do que no combate ao câncer de próstata.
  • Os homens cometem 80% dos suicídios.
  • Se aposentam 5 anos mais tarde do que as mulheres.
  • Vivem em média 8 anos a menos que as mulheres.
  • O alistamento militar é obrigatório somente para homens

Por qual motivo um movimento que luta por igualdade entre gêneros esquece dos fatores citados acima, se não por pura hipocrisia?

Leis exclusivas? Por qual motivo o assassino ou agressor de um homem merece pena menor que o opressor de uma mulher? Por acaso não são todos humanos? Todos não cometem os mesmos crimes?

Feminismo: luta por igualdade ou hipocrisia?Feminismo: luta por igualdade ou hipocrisia?

Ao defender o aborto, as feministas passam uma impressão de hipocrisia ainda maior.

Dizendo que “os cristãos e religiosos só se importam com o humano antes que ele venha ao mundo”, esquecem que não existe nenhum (pasmem) orfanato feminista, contra milhares de orfanatos cristãos, por exemplo.

Não que seja dever do movimento feminista manter orfanatos, mas percebe-se que não são os conservadores anti-aborto que não se importam com o humano após seu nascimento