Feminicídio salta 22,2% em quarentena no Brasil

Um novo estudo do fórum brasileiro de segurança pública descobriu que o número de feminicídios no Brasil aumentou 22,2% em março e abril, enquanto milhões ficaram em casa devido às medidas de distanciamento social Covid-19. Um total de 143 mulheres foram mortas em episódios de violência doméstica. Os números são consistentes com os dados divulgados pelo Ministério dos Direitos Humanos em maio, o que levou as autoridades a lançar um aplicativo que coleta dados sobre denúncias de violência doméstica.

Enquanto isso, os relatos de agressão grave por violência doméstica diminuíram em comparação com 2019, o que os pesquisadores dizem ser devido ao fato de as vítimas acharem mais difícil visitar delegacias para denunciar esses crimes. Os relatos de violência sexual também estão diminuindo, pois esses crimes exigem que as vítimas sejam examinadas nas delegacias de polícia.

  • Vá mais fundo: No Brasil, taxas de feminicídio aumentam durante quarentena