ENIGMA – CAPÍTULO 1 – O CONVITE

As grandes portas da mansão do famoso diretor de cinema Tempestade Spielberg se abriram.

A luz entrou em uma imensa sala de entrada, com uma grande escadaria, vários quadros que pareciam valer milhões, mobílias de luxo, e um lustre que dava um ar majestoso ao local.

ENIGMA – CAPÍTULO 1 – O CONVITEENIGMA – CAPÍTULO 1 – O CONVITE

Treze pessoas entraram naquele lugar. Danilo, Jack, Teteu e Alexandre trabalhavam com edições de efeitos especiais. Sara, Abobrinha, Locutor, Rosa e Magnus eram famosos atores. E por fim, Igor, Bob, Luiz e Douglas, que trabalhavam com criação e manipulação de cenários.

Esse grupo era formado pelos nomes que sempre tinham a confiança do falecido Tempestade Spielberg. Na verdade, eles eram sempre escolhidos para trabalhar em seus filmes e séries de maior sucesso. Agora, todos se reuniam em sua mansão, poucos dias após sua morte…

Danilo: Uau… Que mansão enorme…

Douglas: Mesmo assim, eu não gosto do lugar… Por que tinha que ser tão longe da cidade?

Sara: Ele gostava muito do campo. Dizia que o ambiente ajudava em suas criações.

Alexandre se afastou do grupo e se virou de frente para todos.

Alexandre: Então… Alguém mais acha estranho que só nós estamos aqui para discutir sobre a herança?

Magnus: Verdade. Eu estava esperando uma recepção, mas…

Jack: Bem, na carta dizia para virmos sozinhos…

Quando Jack citou a carta, Rosa e Locutor pegaram um papel branco que estava em seus bolsos. Era um envelope selado com um adesivo vermelho.

Locutor: Ele era um homem muito solitário. Parece que não gostava de receber visitas.

Igor: Bem… Isso explica porque só viemos pra cá depois de sua morte.

Abobrinha: Então, pessoal… O que faremos agora?

Rosa: Acho que não podemos fazer nada a não ser esperar até que…

Naquele instante, todos levaram um susto: A porta por onde eles entraram se fechou violentamente, fazendo um som estrondoso ecoar pela sala.

Locutor: Mas o quê?!

Teteu: Como isso aconteceu?!

João Luiz: Essa porta é acionada por controle remoto…?

Após o susto, um som de chiado começou a ser ouvido. Foi então que o grupo notou um auto-falante colocado no canto de uma parede.

Voz: …Bem-vindos… À minha casa…

O grupo se assustou com a voz.

Alexandre: Como…?!

Rosa: Esse é o… Tempestade Spielberg?

Teteu: Impossível! Ele está morto!

Bob: Deve ser algum tipo de gravação…

A voz continuou.

Voz: Se vocês estão ouvindo isso, eu já estou morto… E vocês aceitaram vir receber minha herança.

Abobrinha: Isso é um absurdo!

Jack: Silêncio, Abobrinha, vamos ouvir…

A voz continuava falando sem obedecer às interrupções.

Voz: No entanto, eu tenho algo a dizer… Vocês provavelmente vão ouvir a mídia dizer que eu morri devido à algum acidente ou causa natural… Porém, existe grande chance de eu ter sido assassinado.

Todos estremeceram.

Voz: E eu tenho certeza que o assassino é um dos meus mais adorados companheiros de trabalho. Eu ainda não tenho certeza de quem é, mas sei que é alguém bem próximo à mim. E as únicas pessoas que me conhecem bem o suficiente para planejar algo desse tipo é um dos meus parceiros de trabalho.

O grupo novamente se espantou.

Sara: O quê?! Ele está sugerindo que um de nós…

Magnus: Isso é impossível…

Danilo: Silêncio!

A voz continuou.

Voz: Mas eu ainda tenho esperança que a verdade virá a tona. É por isso que eu planejei todo um equipamento para trancar a casa exatamente às 20 horas…

Alexandre olhou em seu relógio de pulso.

Alexandre: …Droga!

Voz: Se o assassino realmente estiver entre vocês, é a herança que ele quer… E ele fará o que for possível para tê-la só pra ele. As portas dessa mansão se abrirão novamente caso todos concordem em abrir mão da herança. Eu não quero que um assassino fique com tudo o que eu construí.

Danilo estranhou.

Danilo: Espera um minuto… Como ele vai saber se assinamos os papéis?

Como se estivessem conversando, a voz respondeu.

Voz: Eu instalei câmeras por toda a casa. Elas estão conectadas à um computador e sendo analisadas por alguém que eu contratei para me ajudar após minha morte. Ele vai saber se os papéis foram assinados. Os papéis estão na sala de estar, em cima da mesa.

A última coisa que a voz disse fez todos arregalarem os olhos.

Voz: No entanto, se algo ruim acontecer à um de vocês… Eu quero que façam um julgamento. Se vocês descobrirem quem é o assassino, ele vai abrir as portas da mansão e liberá-los… Mas se falharem, ele não poderá ajudá-los em nada. Por favor, me desculpem por isso. Fim da mensagem.

Locutor cruzou os braços.

Locutor: Inacreditável…

Igor: O que faremos agora? Desistir da herança?

João Luiz: Esperem… Não podemos acreditar que tudo isso é verdade!

Magnus: Mas… E se houver um assassino entre nós? Temos que considerar isso também…

Alexandre se aproximou da escadaria.

Alexandre: Por enquanto não tem nada que podemos fazer… O melhor seria checarmos o resto da mansão. Os quartos estão no corredor do andar de cima, então…

Rosa o interrompeu.

Rosa: Espere! Como você sabe disso?

Alexandre: Hum?

Teteu: Você acabou de dizer que os quartos estão no segundo andar… Como você sabe?

Bob: Por acaso você sabe de algo mais?

Alexandre se virou para Teteu.

Alexandre: Não é óbvio? Eu já estive aqui antes…

Igor: Mas como?

Sara: É… Ele nunca deixou ninguém entrar aqui.

Alexandre: Na época em que estávamos trabalhando em “O Articulador”, ele me pediu para vir pessoalmente entregar parte do projeto.

Danilo e Jack se olharam.

Jack: Bem… Isso não muda nada.

Danilo: Sim, ainda não sabemos ao certo o que está acontecendo.

Abobrinha: Que tal explorarmos a casa? Pode ter algo para nos ajudar.

O grupo concordou, e todos se dividiram em grupos para explorar a mansão. O time formado por Magnus, Teteu e Rosa foi até a grande sala de estar.

Rosa: Esse lugar é enorme…

Teteu: Sim, e bem luxuoso. As coisas nessa sala devem valer milhões.

Magnus se aproximou de uma estante onde haviam alguns troféus.

Magnus: Ei, olha esse… “Melhor Diretor – O Articulador”.

Hehe, eu estava fantástico nessa série!

Teteu: Magnus, isso não vai nos ajudar agora…

Foi quando Rosa notou algo em cima da mesa.

Rosa: Pessoal…

Teteu e Magnus se aproximaram.

Teteu: Isso é…

Rosa: Os papéis que devemos assinar se desistirmos da herança.

Magnus: Eu não vou assinar nada ainda…

Teteu: Bem… Ainda tem a chance de ser uma armadilha para desistirmos de tudo… É melhor esperar.

Enquanto isso, o grupo de Igor, Abobrinha, Danilo e Jack exploravam a cozinha.

Igor: Aqui tem bastante coisa… Ele morava mesmo sozinho?

Danilo: Bem… Deve ser alguma consequência de ser milionário… Você acaba obtendo muito mais do que precisa.

Abobrinha: Pelo menos não vamos morrer… De fome.

Os três olharam fixamente para Abobrinha.

Abobrinha: …Foi uma piada.

Jack: Não foi no melhor momento…

Danilo: Enfim, acho que essa área está limpa. Será que os outros encontraram algo?

A equipe formada por João Luiz, Locutor e Douglas estavam na sala de jantar.

João Luiz: Nada… Os armários estão em ordem.

Locutor: A mesa também está limpa. Se alguém queria nos deixar alguma pista ou armadilha, não está por aqui.

Douglas: É, mas tem aquilo ali…

Douglas apontou para o teto. Havia uma câmera os espiando.

Locutor: É, ele disse mesmo que a casa seria vigiada…

João Luiz: Péssima ideia para um Reality Show…

O último grupo, composto por Sara, Bob e Alexandre estavam checando o corredor do segundo andar.

Alexandre: Incrível… Ele deixou tudo preparado para nós… Vejam.

Uma das portas tinha uma placa dizendo “Atores”. Dentro haviam cinco camas. Outro quarto tinha a inscrição “Efeitos Especiais” onde haviam quatro camas. E a última porta dizia “Cenários” com mais quatro camas.

Bob: Ele separou quartos para todos nós…

Sara: Tudo muito bem planejado.

Alexandre cruzou os braços.

Alexandre: Eu me pergunto quanto tempo ele tinha isso planejado… Não sabemos desde quando o assassino está o perseguindo.

Sara: E o pior é saber que ele está entre nós…

Cerca de uma hora depois o grupo se reuniu para discutir o que haviam encontrado. Porém, nenhum item importante ou armadilha foi encontrada.

Com isso, resolveram se organizar nos quartos, e esperar pelo amanhecer do dia seguinte…

Autor: Alexandre

Elenco: Alexandre, Bob, Igor, Teteu, Sara, Jack, Douglas, Rosa, G. Abobrinha, Magnus, Tempestade Noturna, Locutor, Danilo e João Luiz.

Edição: S. R.

Apoio: recreiobrasil.com

________________________________________________________________________________

Relacionado