Cada paciente da Covid 19 espalhou o vírus para outras três pessoas no início da pandemia

Entre 25 de fevereiro e 31 de maio, cada receptor do Covid-19 espalhou o vírus para uma média de três outras pessoas no Brasil. Os dados são provenientes de um estudo conjunto da Universidade de São Paulo (USP), Universidade de Oxford e Imperial College London.

Com uma taxa de spread (R0) de cerca de 3, o Brasil está à frente de países como Itália, Espanha, França e Grã-Bretanha, cuja taxa de spread foi de 2,5 a 2,6 nos piores meses da pandemia. Para estar sob controle, a pandemia do Covid-19 deve ter um R0 abaixo de 1, o que significa que menos de uma pessoa pode estar infectada com o coronavírus para cada nova pessoa.

A pesquisa foi publicada na revista Nature Human Behavior – uma das mais importantes do mundo.

Parece que o Brasil ainda tem um longo caminho a percorrer antes que a pandemia do Covid 19 seja controlada. Segundo o Imperial College London, a taxa de expansão do país está crescendo ao norte de 1 novamente, o que significa que a pandemia no Brasil ainda está se acelerando. O boletim diário de hoje explica como o Brasil nunca controlou completamente a pandemia do Covid 19 desde o início.

Cada paciente da Covid 19 espalhou o vírus para outras três pessoas no início da pandemiaCada paciente da Covid 19 espalhou o vírus para outras três pessoas no início da pandemia
Apoie este relatório →Apoie este relatório →