Bolsonaro: “Ninguém pode obrigar alguém a se vacinar”

O presidente Jair Bolsonaro desencadeou uma possível onda anti-Vax no Brasil após declarar que “ninguém pode forçar ninguém a se vacinar” ao falar a um apoiador. Bolsonaro recebeu ordens de um eleitor do anti-Vax para “banir essa coisa da vacina”, sugerindo que a droga pode ser perigosa. Em muitos círculos de extrema direita, especialmente no YouTube, é comum que não especialistas denunciem a existência de uma “conspiração chinesa” por trás da pandemia do coronavírus – o Brasil não foi poupado dessa tendência.

As palavras do presidente também são contraditórias. Embora Bolsonaro nunca tenha incentivado a população a tomar medidas de isolamento e se posicionado para priorizar a economia, ele disse recentemente que a vacina, sendo desenvolvida pela empresa farmacêutica AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, resolveria o problema do Covid-19 do país .

O governo federal assinou uma medida provisória que abriu orçamento de R $ 1,9 bilhão para a compra de 100 milhões de doses e posterior produção local da vacina Covid-19. O risco de um movimento antivax ganhar força durante a pandemia não é um problema apenas para o Brasil. Em junho, o jornal El País escreveu sobre o crescimento dessas alas negativas em meio à crise de saúde.

Bolsonaro: “Ninguém pode obrigar alguém a se vacinar”
Bolsonaro: “Ninguém pode obrigar alguém a se vacinar”

Apoie este relatório →Apoie este relatório →