A pandemia reduziu as vendas de serviços em abril em 11,7%

O setor de serviços brasileiro caiu 11,7% em abril – o pior declínio mensal da existência. O desempenho do setor nos primeiros quatro meses do ano diminuiu 4,5% em relação a 2019.

Os serviços incluem alguns setores da economia que foram severamente perturbados pela pandemia do Covid 19, como turismo, transporte e hospitalidade. As viagens aéreas caíram mais em abril (77,2%), já que a maioria dos vôos foi aterrada pelo vírus corona.

Foi também a primeira vez que o volume de todas as atividades nesse setor diminuiu em comparação ao mês anterior. Abril foi o pior mês desde a greve dos caminhoneiros em 2018, que quase parou completamente o transporte terrestre de mercadorias em todo o país. Comparado ao mesmo período do ano anterior, o volume de atividades diminuiu 17,2%.

Os serviços são um dos principais impulsionadores do PIB brasileiro e representam 60% da economia. O relatório brasileiro relatou anteriormente um declínio industrial recorde em abril, sugerindo que o PIB do país teve seu maior declínio na história este ano.

A pandemia reduziu as vendas de serviços em abril em 11,7%A pandemia reduziu as vendas de serviços em abril em 11,7%
Apoie este relatório →Apoie este relatório →