A Triste Vida de Marilyn Monroe

Por: Enzo

==

Marilyn Monroe foi uma das mulheres mais desejadas do século passado, isso não há duvidas, iniciou sua carreira de atriz por volta dos anos 40s fazendo inúmeros filmes, se tornando um ícone da cultura pop.

 

Marylin Monroe nos anos 1950s.

Marilyn no entanto sofria de depressão, chegou até a ser internada numa clinica, uma carta de seis páginas que Marylin enviou a seu médico foi obtida pela Revista PEOPLE.

Na carta revela alguns detalhes da doença e, principalmente, da experiência vivida na clínica psiquiátrica de Nova York.

 

 

“Acordei a noite toda ontem de novo. Às vezes, eu penso para que serve a noite. Ela quase não existe para mim – tudo parece um longo, longo e horrível dia”, escreveu ela para o Dr. Ralph Greenson, o médico psiquiatra que, um ano após ela ter escrito o documento, a encontraria morta em 5 de agosto de 1962.

O fato é que mesmo com a fama que foi proporcionada, Marilyn não foi feliz em sua vida pessoal, com inúmeras crises amorosas, três casamentos que não deram certo e sem nenhum filho, Marilyn Monroe deixou sua vida para entrar para a história aos 36 anos.

– Enzo Estrella.

RJ, 25/06/2018

 

Fonte e inspiração para o post:  https://mdemulher.abril.com.br/famosos-e-tv/esta-carta-de-marilyn-monroe-sobre-sua-depressao-e-de-cortar-o-coracao/