Arte? Santander é questionado por exposição de conteúdo artístico duvidoso.

Imagem /Reprodução/Google

Arte com conteúdo duvidoso causa revolta nas redes sociais e a página do Santander no Facebook registrou  mais de 20 mil avaliações negativas,  incluindo do MBL (Movimento Brasil Livre). Segundo eles,  as ditas obras  de arte da Queermuseu – Cartografias da Diferença na Arte Brasileira,  incentivavam  a pedofilia, zoofilia, pornografia, além de ofensas gratuitas a religiões, em especial a fé cristã, entre outras coisas.

Devido a repercussão negativa, o banco Santander que chegou a ser pichado em alguns lugares, encerrou a mostra através de uma nota.  Muitos clientes inclusive ameaçaram de encerrar suas contas na instituição.

 Mensagem  enviada pelo Santander

Agradecemos seu contato sobre a exposição Queermuseu – Cartografias da diferença na Arte Brasileira.

Reconhecemos que, além de despertar a polêmica saudável e o debate sobre grandes questões do mundo atual, infelizmente a mostra foi considerada ofensiva por algumas pessoas e grupos.

Nós, do Santander, pedimos sinceras desculpas a todos aqueles que enxergaram o desrespeito a símbolos e crenças na exposição Queermuseu. Isso não faz parte de nossa visão de mundo, nem dos valores que pregamos. Por esse motivo, decidimos encerrar antecipadamente a mostra neste domingo, 10/09.

O Santander Cultural tem como missão incentivar as artes e dar luz ao trabalho de curadores e artistas brasileiros, para gerar reflexão positiva. Se esse objetivo não foi atingido, temos o dever de procurar novas e diferentes abordagens. Seguimos, portanto, comprometidos com a promoção do debate sobre diversidade e inclusão, entre outros grandes temas contemporâneos.

 

Segundo O Globo,  o curador da exposição, Gaudêncio Fidelis, disse não ter sido avisado  antes sobre  encerramento da exposição.

ONG’s e entidades que se dedicam à promoção dos direitos da população LGBT criaram um ato em repúdio à decisão do banco Santander. O ato está marcado para a próxima terça-feira (12), às 15h30min, na Rua 7 de Setembro, onde fica localizado o Santander Cultural. Segundo organizadores, o protesto  reivindica a liberdade de “expressão artística” e “repudia retrocessos” políticos que limitam a democracia.

 

Particularmente não aprecio, nem considero este tipo de “arte” e optei por não colocá-las no post. Se vocês quiserem ver as supostas “obras de arte” e outras informações sobre o assunto, abaixo alguns links:

OptClean;

O Globo;

ZH Arte;

ZH Arte – Obras explicadas;

 

Alguns comentários das redes sociais

Tweet de Aguinaldo Silva

 

 

 

Comentário   de  Yula Gadelha

Essa exposição está longe de ser chamada de arte, muito menos de bom uso do direito de liberdade de expressão. Sob o disfarce de artístico, trazia uma coleção de ofensas religiosas, além de apologia a formas de sexualidades doentias. Não respeitaram nem mesmo o público GLBT, á quem diziam querer representar. Na realidade, ao equacionar essas aberrações a “diversidade do público GLBT” desrespeitaram tanto a eles, como à si próprios, já que a exposição também representa o defende a instituição financeira.

A questão é muito mais ampla, não se trata de defender “essa exposição”, trata-se de liberdade de expressão, trata-se de censura….. antes de ir para qualquer evento, temos que nos informar a respeito, saber do que se trata…. e ao visitar, caso não goste, é só sair….. não se pode julgar com fragmentos , temos que conhecer todo o contexto pq muitas vezes só assim teremos a noção real das coisas. Não sou a favor a “essa nem aquela exposição” só acho que não se pode impedir ou censurar nada! Quando não gosto do tema, não vou e quando vou a qualquer coisa e não concordo, não continuo, deixo para quem gosta. Agora, todos tem direito a expressar suas opiniões de forma respeitosa e sem ódio sem precisar invocar o nome do “coisa ruim” a todo tempo, tire o nome do maléfico da boca, coloque amor no coração sem ofender ninguém.

 

 

Para encerrar….

Recomendo o post abaixo “Banalização das artes e da cultura” com vídeos inclusos,  e o canal do Professor Maro no You Tube.

 

  • Gutrax

    Eles sempre se superam

  • Davi Allen

    É um absurdo esse tipo de exposição e ainda mais um banco como o Santander dar apoio a isso.

  • Federsticks!!!

    Achei normal, apesar de ser uma merda.

    Não deveria ter excursão pra isso não. Sem qualidade.