Tieta: Resumo dos primeiros capítulos (Canal Viva) até o dia 20 de maio

Resumo Tieta: Ambientada na fictícia cidade de Santana do Agreste, no Nordeste brasileiro, a novela – uma adaptação do romance Tieta do Agreste, de Jorge Amado –– tem início quando Tieta (Claudia Ohana) é escorraçada da cidade pelo pai, Zé Esteves (Sebastião Vasconcelos), irritado com o comportamento liberal da jovem e influenciado pelas intrigas de sua outra filha, Perpétua (Adriana Canabrava). Humilhada e abandonada pela família, ela segue para São Paulo, fugindo do conservadorismo de sua terra natal. Vinte e cinco anos depois, Tieta (Betty Faria) reaparece em Santana do Agreste, rica, exuberante e decidida a se vingar das pessoas que a maltrataram. No dia de sua chegada, está sendo rezada uma missa em sua memória. Ela interrompe a celebração, chamando a atenção de todos na igreja e desfazendo o mal-entendido. A ousada Tieta diz que veio para ficar e acaba mudando a rotina de todos os moradores da pequena cidade. Os que a condenaram na juventude passam a cortejá-la, movidos pela sua fortuna ou atraídos por sua exuberância. Para chocar a família, ela se envolve com o sobrinho, o jovem seminarista Ricardo (Cássio Gabus Mendes), filho de sua rancorosa irmã Perpétua (agora Joana Fomm).

Novela Tieta Canal Viva: resumo dos próximos capítulos

Segunda, 1º de maio
Ascânio chega em Esplanada. Jairo o leva para Santana do Agreste e só o reconhece quando eles começam a conversar. Em Santana, Ascânio é recebido por Amintas, Osnar e Timóteo, que o colocam a par das novidades. Ele pergunta por Tieta e os amigos contam tudo o que aconteceu: como ela se iniciou no amor, a surra que levou do pai depois que ele descobriu que ela dormia com Lucas e como ela foi mandada embora.

Terça, 02 de maio
O pai de Ascânio morre. Ascânio diz a Osnar que voltou para ficar. Artur emprega Ascânio como secretário da prefeitura. Ascânio se casa com Helena e a leva para Santana. A cidade inteira os recebe e Helena se sente pouco à vontade. Passa-se um ano. Timóteo quer usar o cheque de Tieta para pagar sua dívida no banco e pede a Elisa que diga a Perpétua e a seu pai que o cheque não chegou. Ascânio recebe uma carta afirmando que a água de Santana é ótima para se beber e ele resolve engarrafá-la. Perpétua não acredita que o cheque não veio e exige que Timóteo lhe dê sua parte.

Quarta, 03 de maio
Perpétua dá um prazo de três dias a Timóteo para lhe devolver o dinheiro. Ascânio propõe a Artur e a Modesto Pires que o ajudem a montar um complexo turístico em Santana. Carmosina escreve uma carta para Tieta, contando sobre a briga em sua casa. Timóteo pede um empréstimo a Modesto e ele, depois de se consultar com Perpétua, diz que não vai dar. Perpétua procura um advogado para descobrir um meio de transferir a dívida de Timóteo do banco para ela. Tonha exige que Perpétua deixe Timóteo em paz. Perpétua diz a Tonha que Timóteo tem que lhe pagar o que roubou. As duas brigam e o padre as separa. Elisa pede ao padre que a ajude com Perpétua. Helena chega do Rio. Letícia, filha de Modesto, também chega e faz amizade com Carol, que é amante de seu pai. Perpétua descobre que Carol é amante de Modesto e fica furiosa.

Quinta, 04 de maio
Helena pede a Ascânio para voltar com ela para o Rio, mas ele diz que não e resolve dar um jantar para os amigos. O padre pede a Perpétua que perdoe Timóteo e o ajude em sua dívida. A cidade toda comenta sobre Carol. Elisa pede a Osnar para ajudar seu marido. Modesto pede a Carol que não faça amizade com sua filha. O coronel Artur compra mais uma menina para sua coleção, ela se chama Imaculada. Perpétua pede a Jairo para passar um telegrama para Ricardo. Osnar vai a Salvador e diz que não sabe quando volta.

Sexta, 05 de maio
Ascânio empresta dinheiro para Zé Esteves. Cinira e Amorzinho falam para Terto não vender nada para Carol. Elas descobrem uma caixa nas coisas de Perpétua que expulsa as duas de seu quarto. O coronel Artur avalia Imaculada. Todos vão ao jantar de Ascânio. Helena tem uma crise de choro e Ascânio fica preocupado. Helena confessa ao marido que está grávida. Zé Esteves expulsa Tonha depois que ela faz uma sopa de mato para ele. Carol não conta a Modesto que Terto a proibiu de comprar na mercearia. Elisa convida a mãe para almoçar, já que ela não tem comida em casa. Imaculada jura a Filó que não vai ficar na fazenda. Ascânio fica muito feliz porque vai ser pai e conta para todos. Helena não quer que Ascânio conte da criança para ninguém.

Sábado, 06 de maio
Helena vai embora e Ascânio fica arrasado. Carmosina diz a Ascânio que não foi sua culpa Helena ter fugido. Carmosina revela à mãe que Helena não é quem aparenta. A cidade comenta a fuga de Helena. O coronel fala para Ascânio que para ele seu filho morreu. Imaculada se recusa a comer e o coronel manda Filó colocar a menina de castigo. Carol esbarra com a esposa e a filha de Modesto na praça. Ela tenta novamente fazer compras, mas não consegue. Zé Esteves continua tomando sopa de mato. Timóteo tenta descobrir com Tonha onde Zé Esteves esconde seu dinheiro. O padre pede que Perpétua perdoe a dívida de Timóteo. Ascânio resolve ir atrás da esposa.

Os resumos dos capítulos são disponibilizados pelas emissoras e estão sujeitos a mudanças em função da edição das novelas.

Perfil das personagens e resumo da obra

A trama começa quando Tieta é escorraçada da cidade pelo pai, Zé Esteves. Se sentindo desonrado com o comportamento liberal de Tieta e influenciado pelas intrigas da sua outra filha, Perpétua. Zé Esteves decide esquecer que Tieta é sua filha, e a expulsa da sua casa. Humilhada, Tieta segue para São Paulo, fugindo do conservadorismo da população de Santana do Agreste, no nordeste brasileiro.

Vinte e cinco anos depois, Tieta reaparece em Santana do Agreste, rica e exuberante, decidida a se vingar da família. No dia em que chega na cidade, está sendo rezada uma missa em sua memória e Tieta interrompe a celebração, desfazendo o mal entendido. Agora, cortejada por todos, Tieta percebe que nada mudou em Santana do Agreste e que todos continuam hipócritas. A presença da ousada Tieta acaba mudando a rotina dos moradores da cidade. Para chocar mais a família, Tieta aceita se envolver com seu sobrinho, o jovem seminarista Ricardo, filho da sua rancorosa irmã Perpétua. O sonho de Perpétua é que Ricardo se torne padre.

 Ascânio é um idealista que sonha com o progresso para Santana do Agreste. Contra o progresso está o Capitão Dário, que tenta preservar o conservadorismo de Santana do Agreste. Apesar das diferenças, Ascânio e Dário, são pessoas boas, mas com diferentes visões sobre o mundo. Para realizar seu sonho de trazer o progresso à Santana do Agreste, Ascânio, como secretário do prefeito Artur da Tapitanga, tanta facilitar a entrada na cidade do empreendimento de Mirko Stéfano, sem saber que este é uma indústria altamente poluidora, o que poderia acabar com a natureza do local. Mirko Stéfano é na realidade o filho de Artur da Tapitanga, Arturzinho, que foi embora há muito tempo da cidade e jurou vingança contra o pai pela morte da mãe. Arturzinho se tornou um homem sem escrúpulos e rancoroso, capaz de tudo para conseguir mais dinheiro. Para conseguir o que quer, Arturzinho chega a seduzir a ingênua Tonha, madrasta e amiga de Tieta, que chega transformada de São Paulo, depois de anos de privações ao lado do marido, Zé Esteves.

Ascânio inicia um romance com Leonora, suposta enteada de Tieta, que na realidade é uma prostituta. Quando Ascânio descobre, se afasta dela, a renegando. No final, quando Leonora decide trabalhar e Ascânio percebendo que não pode viver sem ela, o casal reata e termina a novela juntos (diferente do romance de Jorge Amado, onde Ascânio não perdoa Leonora e o casal termina separado).

Imaculada é uma das “rolinhas” do prefeito Artur da Tapitanga, que oferece para ela abrigo, alfabetização e comida, em troca de favores sexuais. Porém, Imaculada consegue driblar o prefeito. Outra personagem marcante foi Carol, amante do perigoso Modesto Pires, um homem capaz de tudo para não perder o seu poder.

Carol é apaixonada por Osnar, o grande amor de Tieta. Elisa é outro destaque da trama: em crise com o marido Timóteo, ela tem sonhos românticos com o ator Tarcísio Meira. Elisa chega a preparar um enxoval, planejando um possível encontro com seu ídolo.

Resumos dos capítulos de 12 a 20 de maio

Sexta, 12 de maio
As meninas do bordel tentam agarrar Ricardo e ele sai correndo. Ricardo chega em casa e, no dia seguinte, sua batina aparece pendurada no poste da praça. Osnar brinca com Carmosina e ela não gosta. Carmosina conversa com a mãe sobre como queria um marido. Cinira conta para Perpétua que Carmosina se aproveitou que Osnar estava bêbado para tirar a sua roupa. Osnar exige que os amigos não falem mal de Carmosina. O padre pergunta a Ricardo se ele quer mesmo ser padre. Imaculada conta às amigas sobre seu encontro com Ricardo, dizendo que ele era um príncipe. Elisa está cada vez mais decepcionada com a sua vida. Modesto se recusa a colaborar com Ascânio para criar o complexo turístico. A hidrelétrica não quer a mandar luz para Santana do Agreste. Ascânio pergunta ao doutor Marcolino o que ele pode fazer sobre a questão da luz. Laura é atacada no Mangue Seco.

Sábado, 13 de maio
Laura conta ao marido que viu um ser de outro planeta. Eles vão à praia e encontram rastros estranhos na areia. Elisa sonha com Tarcísio Meira. No dia seguinte, ela vai se confessar e diz ao padre que é infeliz. Cinira cheira a cueca de Ricardo e precisa ser acalmada por Osnar. Dário e Laura marcam com um pau onde estão os rastros na areia e o comandante convoca uma reunião no bar. Laura conta o que viu, mas todos querem provas. A maré sobe e apaga as marcas. Só Ascânio acredita. Ricardo e o amigo andam com Zé Esteves na praia. Imaculada e as rolinhas estão na mesma praia e ela vê Ricardo. O ser extraterrestre observa Bafo de Bode dormindo. Perpétua vai contar a Aída sobre Carol, mas o padre chega na hora.

Segunda, 15 de maio
O padre chama Perpétua e diz que, se ela falar de Carol, ele contará para Ricardo o que ela anda fazendo. Osnar visita Carol. Ela resiste, mas eles acabam se beijando. Carmosina fala para Ascânio que um dia ele vai encontrar um novo amor, mas ele afirma que não quer mais saber disso. Timóteo briga com Elisa, porque ela usa um dos vestidos decotados que Tieta lhe mandou. Osnar aconselha Timóteo a dar mais atenção à esposa e eles acabam brigando. Tonha briga com Zé Esteves por causa de Elisa. Carmosina fica chateada porque Tieta ainda não respondeu sua carta. Imaculada fala com Filó sobre o seu príncipe. Elisa tenta seduzir o marido novamente, mas ele reclama do estômago. Aída conta ao marido que Perpétua queria lhe falar algo sobre Carol, mas que o padre não deixou. Ricardo sonha com Carol e com as mulheres da Casa da Luz Vermelha. Elisa some. Modesto vai à casa de Perpétua para saber o que ela ia falar, mas Timóteo os interrompe.

Terça, 16 de maio
Perpétua convoca todos a procurarem Elisa. Modesto fica esperando Perpétua e descobre a caixa que ela guarda no armário. Elisa, desnorteada, passa por onde Bafo de Bode dorme. Tonha a encontra na praia e ela não entende o que aconteceu. Elisa volta para casa. Zé Esteves ameaça bater nela, mas Tonha a defende. Modesto ameaça Perpétua dizendo que, se ela falar para Aída sobre Carol, ele contará a todos o que ela guarda na caixa. O coronel fala para Imaculada que em breve ela vai começar a ter aulas. Carmosina mostra a Ascânio que sua propaganda saiu no jornal. O cheque de Tieta não chega no dia certo.

Quarta, 17 de maio
Perpétua briga com Carmosina, porque ela não a deixa ver as cartas que chegaram. Carmosina desconfia que algo aconteceu com Tieta. Elisa se arrepende de ter mentido para Tieta sobre a morte de seu filho. Perpétua vai para Esplanada com Ricardo. O padre chama o coronel para pedir ajuda para a igreja. Perpétua acusa Timóteo de ter desviado o cheque para pagar a promissória do banco. Osnar diz para Perpétua que emprestou o dinheiro para o amigo. Todos mandam cartas para Tieta. Passa-se um mês sem que ninguém tenha recebido notícias de Tieta. Perpétua diz que a irmã morreu e que pode provar.

Quinta, 18 de maio
Perpétua marca uma reunião em sua casa e vai visitar Marcolino para saber se tem direito à herança de Tieta. Elisa chama Carmosina para a reunião. Perpétua mostra a todos um recorte de jornal, que menciona a morte de uma mulher chamada Antonieta que foi casada com um Comendador. O padre concorda em rezar uma missa para Tieta e Perpétua pede a Ascânio que decrete feriado para que todos possam ir. O coronel marca a primeira aula para Imaculada. Carmosina fica triste com a morte de Tieta. Enquanto todos estão na igreja rezando por sua alma, Tieta chega à cidade.

Sexta, 19 de maio
Bafo de Bode conta a Tieta que todos estão no velório da filha de Zé Esteves. Tieta pensa que é Elisa e entra na igreja correndo. Tonha reconhece Tieta e anuncia para todos que ela voltou. O padre pede a Ascânio para fazer uma quermesse para angariar fundos para a igreja. Tieta vai para a casa de Perpétua e lembra que naquela casa morava Lucas, seu grande amor. Ela se compromete a pagar todas as despesas enquanto estiver ali. Tonha alerta Zé Esteves que Tieta vai descobrir todas as mentiras que eles contaram. Imaculada fica com febre. Ascânio conhece Leonora e fica encantado. Tieta comenta com Carmosina que voltou para se vingar.

Sábado, 20 de maio
Carmosina tenta fazer com que Tieta desista da ideia de se vingar, mas não consegue. Leonora e Ascânio conversam durante um longo tempo e ela revela que tinha um noivo. Carmosina conta a Leonora que Ascânio está se divorciando. Modesto fala para Carol que Tieta é muito melhor do que ela. Tieta convoca uma reunião com várias pessoas da cidade. Filó fala para o coronel que acha que Imaculada vai morrer. Milu culpa o coronel pela doença da menina. Tieta distribui vários presentes. Timóteo e Elisa falam para Tieta que o filho deles está de férias em Esplanada. Tieta decide fazer uma visita ao coronel. Osnar aparece na casa de Carol. Perpétua pede o perdão de Tieta. Tieta quase cai no corredor, mas é amparada por Ricardo.

Os resumos dos capítulos são disponibilizados pelas emissoras e estão sujeitos a mudanças em função da edição das novelas.