Curiosidades sobre a moda que talvez você desconheça

O mundo da moda é cheio de história e curiosidades. Muitas pessoas se perguntam o porquê de certas coisas e de onde tudo surgiu. É por isso que listamos 20 curiosidades – que provavelmente muitos não saibam – sobre esse mundo curioso da moda.

1- Porque a estampa floral miudinha é chamada de “Liberty”?

Criada por Arthur Lasenby Liberty, em 1875, na Inglaterra, a estampa recebeu esse nome numa referência à Liberty of London, marca criada por Arthur.

A princípio, as flores miúdas eram estampadas em seda, algodão e cashmere, de forma artesanal e comercializadas na sua loja. Desde então, a estampa é caracterizada pelas flores miúdas e repetidas, que dão um ar bucólico. Tornou-se um clássico da moda!

 

 

2-    Por que Bermuda?

A bermuda foi batizada com o nome de sua terra natal, as Ilhas Bermudas, localizadas no Caribe. Ela surgiu entre os anos 30 e 40, como uma forma de driblar as leis locais, que impediam as mulheres de mostrar as pernas.

 

3-    Fita crepe na moda?

A fita crepe é utilizada em seções de fotos para catálogos. Sua função? Prender a parte de trás de algumas roupas que ficam enrugadas, assim as peças saem perfeitas nas imagens.

 

4-    O que é Indigo Blue

 É a forte cor azulada que o jeans apresenta antes da lavagem. O auge da cor nos jeans foi durante os anos 80.

 

5-    Botões

O botão existe desde 3000 anos antes de Cristo. Existem diversos tipos de botões. Os primeiros eram feitos de osso e metal.

 

6-    Como surgiram os sapatos

As peças mais antigas que o homem criou para proteger seus pés foram as sandálias, inventadas pelos egípcios há mais de 5.000 anos. Ao longo dos séculos, vieram os sapatos, mas só em meados de 1850, começou a haver uma distinção visível entre os pés direito e esquerdo.

 

7-    Por que a noiva casa de branco

A cor branca representa a pureza. Casar-se de branco tornou-se tradição. Mas de onde surgiu essa ideia? Os imperadores da França – Napoleão e Josefina –, na cerimônia de coroação, mandaram confeccionar roupas brancas para passar a ideia de pureza, honestidade, limpeza e iluminação. Nem sempre foi assim. Antes da era vitoriana, as noivas utilizavam vestidos de qualquer cor, exceto de cor preta – que era utilizada em funerais – e o vermelho – por ser uma cor muito associada às mulheres de má fama. Lembrando que alguns países não usam a cor branca nas cerimônias matrimonias, pela representação da cor nesses países.

 

8-    Como surgiu o buquê de noivas.

O buquê é segurado na posição do ventre como símbolo de fertilidade, já que as flores são os órgãos reprodutores das plantas. Acredita-se que o arranjo tenha surgido na Grécia Antiga e na Europa Medieval.

 

9-    Biquini, de onde surgiu esse nome?

No dia 1º de julho de 1946, os Estados Unidos inauguraram os testes nucleares em tempo de paz, ao lançar uma bomba atômica sobre o Atol de Bikini, no Pacífico. Os preparativos para a explosão despertaram grande interesse em toda parte. Por esse motivo, o estilista francês Louis Réard aproveitou o nome do atol para batizar sua mais recente e ousada criação: um escassíssimo maiô de duas peças. Tão ousada, que as modelos profissionais se recusaram a vestir a novidade para sua apresentação. Réard precisou recorrer a Micheline Bernardini, stripper do Cassino de Paris.

 

10- Mulher de calça?

A primeira a aparecer publicamente de calças foi a atriz alemã Marlene Dietrich, nos anos 20. Até então, eram poucas que ousavam utilizar calças na frente de toda a sociedade.

 

11- O espartilho

O espartilho é uma peça de lingerie que causava problemas seriíssimos para as mulheres dos séculos XV ao XIX, época em que foi popular. Para ostentar aquela cinturinha fina, elas eram obrigadas a apertar os seios para cima com os cordões da peça.

 

12- Como surgiram os brechós

Como todo mundo sabe, brechó é o lugar onde se compra e vende roupas e outros objetos usados. Esse nome é dado graças a um velho comerciante chamado Belchior.

O local onde esse comerciante vendia e comprava roupas usadas se chamava “Casa de Belchior“. Ele se estabeleceu no Rio de Janeiro, no final do século XIX e foi o primeiro negócio desse tipo no Brasil.

 

13- Perfume Chanel nº5

O famoso perfume Chanel nº 5, inventado pela estilista francesa Coco Chanel em 1921, foi eleito o mais emblemático dos perfumes. A fragrância de jasmim perfumou mulheres como a atriz Marilyn Monroe — que ajudou a criar a mística do Chanel, ao afirmar que dormia vestindo apenas “algumas gotas de Chanel número 5″. Estima-se que um vidro do perfume é vendido a cada 55 segundos ao redor do mundo.

 

14-  A noiva diabinha de Alexandre Hertcovitch

O estilista brasileiro Alexandre Herchcovitch chocou a plateia em um desfile, enquanto ainda era estudante de moda, ao vestir uma noiva de diabinha.

15- Roupas da princesa Diana

Roupas da princesa Diana foram leiloadas 3 anos depois de sua morte. Só o catálogo da casa de leilões inglesa Christhie’s, que promoveu a venda das peças, foi comprado por 83 mil dólares, tornando-se o livro impresso mais caro do século XX.

 

 

1-    Por que alguns pijamas têm bolsos.

Se o pijama foi feito para dormir, porque alguns deles têm bolsos? Antigamente a palavra pijama significava “morte diária”. A peça era usada pelos faraós do Egito e  quando esses faleciam, carregavam um bolso do lado esquerdo do peito, onde era colocado um escaravelho. O escaravelho tem o simbolismo sagrado tanto da morte, quanto do renascimento.

 

17- Onde estão os perfumes Chanel nº 1, 2,3 e 4?

Nunca existiram os números 1,2,3 e 4 do aroma! O famoso perfume Chanel n°5 é o mais vendido no mundo e a razão do seu nome é que o cinco era o número da sorte de Coco Chanel, tanto que a estilista apresentou o perfume no dia 5 de maio de 1921.

 

18- Origem do salto Anabela

O salto anabela surgiu em 1936, com Salvatore Ferragamo, durante a 2ª Guerra Mundial. Na época, os materiais eram escassos e Ferragamo se apropriou de rolhas velhas de vinho para produzir o salto. O anabela se tornou um clássico por falta de alternativa.

 

19- Sabia que a tenda virou jeans?

Em 1847, o alemão Levi Strauss chegou aos Estados Unidos levando um tecido grosso e escuro, perfeito para fazer tendas. Logo descobriu que os garimpeiros precisavam de uma roupa resistente, capaz de encarar montanhas, lama e terra batida. Esperto, Strauss pegou seu tecido e fez uma “peça” diferente, usando como molde a calça de um marinheiro. Nascia, em 1850, o primeiro jeans. Em 1856, ele inaugurou sua primeira fábrica. A Levi Strauss & Co.

 

20- O significado dos anéis de compromisso

O anel de casamento é usado no dedo anelar esquerdo porque, na Idade Média, acreditava-se que havia uma veia que ligava o dedo anelar ao coração. O buquê, como já foi dito, é segurado na posição do ventre como símbolo de fertilidade.

 

  • Cyborg

    Não entendo nada de moda.. mas é boa

  • Gostei das curiosidades !