Morda-me! | 3º Episódio: Mistério.

Depois de pegarem os livros na biblioteca eles entram no carro:

Barry: – Vamos pra sua casa ou pra minha?

Jason: – Seu pai tá em casa?

Barry: – Não!

Jason: – Então vamos pra lá!

Quando estão na metade do caminho Jason começa a sentir algo diferente,  ele olha para Barry e diz:

Jason: Barry…!

Barry: – Oi

Jason começa a escutar e a sentir o sangue de Barry, começa a sentir o sangue passando por cada veia, por cada artéria, ele começa a sentir sede, suas presas crescem, mas na hora que ele vai atacar Barry sua consciência volta:

Barry: Jason se acalma,  sou eu, Barry…

Nesse exato momento Jason abre a porta do carro sai correndo numa velocidade enorme, deixando Barry para trás:

Barry: O eu vou fazer…?!

Ele espera um tempo pra ver se Jason aparece,  mas o tempo se passa e nada,  ele entra no carro e vai pra casa.

Já na casa de Michael, ele e Hannah, sua mulher, conversam:

Michael: – Morderam ele!

Hannah: – Você sabe quem foi?

Michael: – Não, mas vou ter que falar com ele…

Hannah: – Pra que?

Michael: – Você já pensou se ele ataca alguém publicamente?, vão saber da nossa existência e isso não será bom pra ninguém!

Hannah: – Tem certeza que você não sabe quem foi?

Michael: – Já disse que não sei quem foi mas…

Hannah: – Mas?

Michael: – Suspeito que tenha sido ela!

Hannah: – A garota que foi mordida a uns dias atrás?

Michel: – A mesma!

Hannah: – Então mais do que nunca precisamos saber quem foi…

Michael: – Preciso quem foi,  pois essa garota está no colégio!

Hannah: – E como você soube que ela está lá?

Michael: – Intuição,  já que provavelmente ela mordeu Jason, ela deveria conhece-lo!

Hannah: – Então precisamos encontrar os dois, mais dois vampiros,  dois iguais a nos!- Ela diz mostrando os dentes com presas bem afiadas.

Em outra rua, duas garotas estão voltando a pé da casa de uma amiga:

Laila: – Como você consegue vir todas as noites por essa rua?

Beth: – Conseguindo, moro aqui a anos…, já estou acostumada com isso!

Laila: – Essa rua me da medo!

Beth: – As vezes também me dá, porque é muito deserta!

Neste exato momento um colar cai de cima de uma árvore nos pés de Beth:

Laila: – Beth…!, vamos embora!

Beth: – Laila…  – Assim que Beth da um passo duas mãos surgem e puxam ela para o escuro.

Enquanto Beth gritava Laila ficava lá, só ouvindo,  pois o medo a paralisou. Um minuto depois o corpo de Beth é jogado em cima de Laila, o corpo estava frio e de pálido,  como se estivesse sem uma gota de sangue, logo depois Laila também é puxada e tem o mesmo fim da amiga.

Barry passou a tarde inteira procurando informações sobre vampiros nos livros,  mas só achou o que todos já sabiam, ele escreveu tudo que tinha descoberto no seu notbook, depois ele pega outro livro, se senta na cama e começa a ler. O pai dele já havia chegado do trabalho.

Segundos depois Jason aparece na janela de Barry com sangue escorrendo da boca e das mãos, Barry tem um susto,  depois vai até a janela e abre,  Jason entra:

Barry: – Jason…, porque você tá assim?

Jason olha para Barry.

Jason: – Eu não sei!

Barry: – Mas você tá todo… Ensanguentado!

Jason: – Sim,  mas depois que eu sai do carro…

Barry: – E fez eu ficar esperando um bom tempo…

Jason: – Eu tava com sede,  muita sede,  sede de sangue…

Barry: – E depois?, algo me diz que tem aconteceu algo sério!

Jason: – Aí é que tá… Eu não lembro, eu sai correndo mas só me lembro até a parte que cheguei numa rua perto da escola!

Barry: – Isso é sangue…

Jason: – Pode ter sido de um animal!

Barry: – Ou de uma pessoa…!

Jason: – Barry você não tá ajudando!

Barry: – Bom,  enquanto você tava “paseando” pela cidade eu descobri que os vampiros sentem cheiro de sangue a quilômetros,  tem todos os sentidos incrivelmente apurados, corre como flash, palidez é uma característica pelo fato de que sol queima vocês!

Jason: Mas o sol não me fez nada!

Barry: – Diz também que os vampiros antigos são imunes ao sol!

Jason: – Mas eu tô assim faz dois dias!

Barry: – Diz também que vampiros tem vida eterna, mas podem ser mortos por estacas,  podem ser presos em caixões e etc.

Logo depois o pai de Barry bate na porta do quarto, Jason corre para o banheiro e começa a lavar o rosto e as mãos e Barry abre a porta:

Gavin: – Barry o que é aquilo na janela?

Barry olha pra janela e vê que o vidro está melado de sangue:

Barry: – Foi um pássaro…!, que bateu…, hoje a tarde!

Gavin: – Um pássaro? – Ele diz e vai até a janela pra ver se realmente foi um pássaro.

Barry: – Ele bateu contra a parede e…

Gavin: – E cadê o corpo dele?

Barry: – Eu joguei no lixo!

Jason: – Oi Sr.Gavin!

Gavin: – Oi Jason,e Barry… Limpe essa janela!

Ele diz e sai.

Barry: – Essa foi por pouco!

Já Scarlatti e Charlotte estavam no shopping fazendo compras numa das lojas:

Scarlatti: – Eu vou provar esses vestidos aí depois é você, certo?

Charlotte: – Claro!

Scarlatti entra dentro do closet e começa a provar os vestidos e Charlotte fica esperando na porta, depois alguns segundos entra homem na loja e começa a escolher um perfume mas quando ele passa pelo espelho não aparece o seu reflexo.

Charlotte fica achando que foi impressão sua mas depois que o homem compra o perfume e vai sair da loja ele passa pelo espelho e novamente não tem reflexo,  Charlotte fica olhando pra ele sem entender, ele olha pra Charlotte, da um sorriso e sai.

Charlotte: – Scarlatti…!

Scarlatti: – Oi…, esse ficou bom?- Ela diz e olha para os lados como se estivesse procurando alguém.

Charlotte: – O que foi?

Scarlatti: – Nada,  estava vendo se encontro algo que combine com o vestido!

Charlotte: – Deixa pra lá, esse ficou bom,  mas olha esse outro…

No dia seguinte Jason vai lanchar pra ir a escola e pega o jornal, mas quase cai pra trás quando ver uma notícia.

Quando chega na escola ele vai até Barry:

Jason: – Barry olha o que eu achei! – Ele diz entregando o jornal a Barry

Barry pega e começa a ler a notícia:

Barry: – “Ontem pela madrugada os corpos das amigas Beth e Laila foram achados numa rua deserta, os corpos passarão pela perícia pra ver a causa verdadeira das mortes, mas o peculiar é que os corpos estão sem sangue,  totalmente pálidos”!- Ele olha pra Jason.


Web-série escrita pelo leitor/comentarista

Pedro Augusto

Título: