E o Mar se abriu na Record ha mais de 10 anos ( parte 15) – Ganhando terreno…..

 

No ano de 2006, a Record cada vez mais conquista a preferência do público – as tardes da emissora tinham a Sônia Abrão que chegara no canal em 2005 com seu Sônia e Você( direção Elias Abrão), porém o programa tinha muito assistencialismo e a Record queria mudar isso – sai a Sônia e entra Maria Cândida que apresentava no ano anterior o Programa Guinness – O Mundo dos Recordes,  com o Tudo a Ver 1a edição que se torna logo depois O Programa da Tarde.

Patricia Maldonado assume a 2a fase do Tudo a Ver no horário nobre e Márcio Garcia muito elogiado, na condução de O Melhor do Brasil, ganha mais um programa só que é na Dramaturgia: trata-se de Avassaladoras – a série, que tinha Giselle Itie no elenco. Apostando em realities – a Rede Record surpreende com a estreia do Troca de Família – apresentação Patricia Maldonado.

 

O ano termina já com um grande sucesso em exibição que é a novela das dez – Vidas Opostas de Marcílio Moraes e ano seguinte vem com mais sucesso ainda. Luz do Sol, Amor e Intrigas e Vidas Opostas que termina com média geral de 13 pts, dá lugar ao ousado projeto de Tiago Santiago Caminhos do Coração.

 

Em 2007,  uma grande conquista para o Grupo Record de Comunicação: no dia 27 de setembro de 2007, aniversário da TV Record, é inaugurado o canal de notícias 24 hrs na TV aberta – a Record News. O terreno está preparado – na dramaturgia, no entretenimento, no jornalismo a Record está firme e forte pra tirar o segundo lugar do SBT.

 

No próximo episódio tem mais novidades vindo por aí e vamos ver também que a Record vai perder seu último comandante que realmente entende de TV e vou dar uma dica: ele está na Globo e é criador do atual programa do Márcio Garcia – Tamanho Família.

 

Curiosidades Diversas – a Record já usava o assistencialismo, não como carro-chefe, mas de forma bem sutil. E assim foi com o Domingo da Gente do Netinho de Paula, anos antes tinha o Ratinho Livre que ajudava muita gente e Ana Maria Braga que tinha um programa mas noites de terça na emissora.

 

Ana Maria tinha um quadro assistencialista e um certo dia – ela mostrou o caso de uma menininha que tinha deficiência nas pernas e não podia andar. O Domingo Legal, mais tarde, teve a Ana Maria como convidada e aí………..segura a emoção o Gugu vem com a criança andando com dificuldade, mas andando e a Ana não resiste e cai no choro.

 

Falando em Ana e Ratinho, Eduardo Lafon ( segundo Boni pra este colunista) fazia questão de acompanhar de perto, lá ao vivo, o programa dos dois apresentadores.

________________________________________________________