Cansaço: os fatores da falta de sono que nos levam à esse mal


Em determinados dias levantamos indispostos, sem vontade alguma para realizar qualquer tipo de atividade ou compromisso. Vez ou outra, isso acontece e é comum! Só vira um caso sério quando isso toma conta de nossa rotina e se torna normal em nossas vidas. Cuidado! Isso é um alerta do corpo que precisamos ficar de olho. Pois fique atento nessa edição do Repórter Recreio que podemos te ajudar!

 

É um péssimo hábito que muitos de nós temos de sempre verificar as notificações que nos atiçam a curiosidade de saber quem nos enviou alguma mensagem ou então simplesmente mexer no celular até o sono vir. Além da tela possuir uma claridade suficiente para atrapalhar a qualidade do sono, as horas que passamos mexendo no aparelho pode ser crucial para impedir que possamos usar mais de tempo dormindo. A iluminação do seu smartphone, ou até mesmo do seu PC, está ligada com a produção de uma substância chamada melatonina, ou o hormônio do sono. Quanto menos melatonina, menos sono.

Não leve isso a mal!  Mas dependendo do tipo de alimento que você consome antes de ir para a cama, seu sono pode ser bem indigesto! Principalmente à noite, veja os alimentos como um combustível, utilizando somente o necessário para produzir energia. Além do considerado ideal faz mal, ainda mais próximo da hora de dormir.

A rotina do dia-a-dia, para muitos de nós, nos impede de acordar tarde durante a semana. Por isso, os finais de semana são vistos como escape para tentarmos “recuperar” todo o sono que nos foi impedido de ter nos dias de acordar cedo. Dormir até muito mais tarde, nos fins de semana, do que estamos acostumados a dormir durante os dias úteis pode ser um grande problema. Para muitos, a segunda feira é sempre o dia mais difícil de se levantar justamente por esse motivo!

Estar cansado o tempo todo pode ser um sintoma de um distúrbio de tireoide ou síndrome do ovário policístico. Se você está sempre esgotado e tem outros sintomas que podem estar relacionados a seus hormônios – como alterações no peso, humor, pele ou cabelo o ideal é consultar o médico.

Muitas das vezes, a solução do problema está tão óbvio que não nos damos conta de pensar que seja tão simples. O cansaço pode vir justamente da falta de dormir, ou seja, você pode estar dormindo pouco. Hora de parar, pensar e rever a rotina e os horários. Acredite: vale pelo seu sono!

Excesso: sim, o excesso de exercícios físicos pode te deixar mais cansado. O corpo também precisa de descanso. Não se sobrecarregue.

Falta: treinar aumenta seus níveis de endorfinas e ajuda a dormir. Além disso, as pesquisas de Phillips garantem que quem se exercita de manhã tem um sono muito melhor durante a noite. Sabemos que é difícil, mas por uma vida com menos cansaço vale o esforço!

Alergia: o corpo precisa combater as alergias. Portanto, se você for alérgico, muito provavelmente está cansado porque seu corpo está se desgastando amenizando os efeitos da alergia.

Apneia: já ouviu alguém reclamar dos seus altos roncos durante aquela soneca? Você pode sofrer com esse distúrbio. A apneia do sono é muito comum e pode atrapalhar seu descanso. Consulte o seu médico se você sente desconforto nasal ou não consegue respirar direito enquanto dorme.

Falta de nutrientes: se seu corpo está com dificuldades para absorver nutrientes como Ferro, Vitamina D, Cálcio ou Vitamina B12, isso pode alterar seus níveis de cansaço. Consulte seu médico ou nutricionista para começar a tomar suplementos.

Fadiga: é uma doença grave e debilitante comum em princesas de contos de fadas. Mas não se engane, brincadeiras a parte, é uma doença séria e real que deve ser tratada. Essa síndrome pode levar o corpo à fadiga extrema mesmo em repouso.

Desidratação: você pode apenas estar com sede. É a mesma sensação da ressaca. Sim, essa é a desidratação – não é uma piada. Bebidas alcoólicas são diuréticas, o que facilita a perda de líquidos do corpo. Talvez um copo d’agua seja melhor que um cafézinho.

A orientação é sempre procurar um médico, ainda mais se o cansaço estiver sendo frequente. E a rotina de exercícios físicos varia de uma pessoa para outra.

Apoio

Revista Galileu

Lembrando que a preguiça é um problema à parte! Aproveite seu final de semana, ótima sexta e até mais!