Relações Duvidosas – Capítulo 11

A verdade atrás da máscara

Os policiais se surpreendem ao saber da identidade de Bruce, Guilherme começa a fazer perguntas ao piloto:

 

– Como sobreviveu? Tinha mais alguém no helicóptero além de vocês três?

 

– Eu me joguei pouco depois do Vander e da Angel, tentei de tudo para fazer o helicóptero subir, mas quando percebi que não tinha mais jeito, pulei na água e logo em seguida veio a explosão. Só havia nós três no helicóptero.

Olaf analisa a resposta de Bruce:

– Então você pulou exatamente um instante antes da explosão e por causa da fumaça instantânea após o choque com as árvores, Angel e Vander não o viram escapar. Você tem habilitação para pilotar helicóptero?

– Sim, sou da polícia capixaba, piloto helicópteros que localizam e perseguem bandidos quando é preciso.

Bruce passa confiança em suas respostas, porém algo chama a atenção de Guilherme.

O grupo que segue para o leste (Bob, João Luiz, Danilo e Rosa) acha o lugar com a flecha no chão. Eles param e observam a inusitada arma branca. Bob é o primeiro a se manifestar:

– Mas que diabos é isso? Tem índios aqui também?

– Parece que sim, interessante que o Magnus recolheu nossos coletes a prova de balas assim que fomos eliminados, ou seja, apenas Asgard que foi para a casa abandonada sem a companhia do segurança e Leo que foi o vencedor ainda contam com essa proteção, será tudo isso uma armadilha para morrermos nessa floresta?

– Dúvidas e mais dúvidas, é só isso que temos, está tudo muito estranho.

– Só sei que estou com medo e até arrependida de participar desse reality, muitos aqui não são nada confiáveis, Asgard foi tão frio no olhar e nas palavras que parecia querer me matar de verdade, sinto que corremos risco de vida!

Marina observa a conversa do grupo e sem Ricardo por perto, ela se prepara para o ataque.

– Mais intrusos, dessa vez não terei piedade!

Danny entra aos poucos na casa onde Vander foi morto, seus batimentos do coração ficam acelerados.

– De novo uma morte, mas dessa vez é real, quem está aqui?

Asgard sai de trás da porta e segura Danny.

– Me solte! Foi você que assassinou o Vander?

– Eu mesmo e em breve você se juntará a ele, agora não tem regra de reality para me segurar, posso tudo!

– Mas qual o motivo de querer matar todos?

– Não sou de contar muita coisa, porém como você é mais esperta que a maioria e morto não fala, vou abrir uma exceção.

Asgard tira sua máscara e resolve contar quem é e porque é tão frio.

– Meu nome verdadeiro é Matt Eus, sou irmão do Matt Júnior, o empresário que patrocina Survive In The Forest. Prefiro que me chamem de Mateus e agora Asgard, para não lembrar dos miseráveis familiares; Sir Matt, meu pai falecido e meu único irmão, Matt Júnior.

– Você parece guardar rancor deles, o que eles fizeram?

– Meu pai deixou a presidência da empresa para o Matt, sempre fui o filho desprezado e meu irmão me jogou na cadeia.

– E por isso quer matar todos? Pela lógica deveria matar apenas seu irmão.

– Tenho um jeito psicopata de ser. Cansei de nossa conversa, agora que você já me conheceu um pouco, chegou sua hora. Leve para outra vida a lição de que uma mulher jamais deve andar desacompanhada.

– E quem disse que estou sozinha?

_

_

_

Qual a cartada de Danny?

Amanhã tem o décimo segundo capítulo de Relações Duvidosas, intitulado “Encontro Familiar” com mais surpresas e muita ação.